Wilson Filho lança manifesto em defesa da Zona Franca do Semiárido

    0

    O deputado federal, Wilson Filho (PTB), lança nesta sexta-feira (15), no município de Cajazeiras, um manifesto em da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que cria a Zona Franca do Semiárido Nordestino. O lançamento se dará durante audiência pública de autoria do parlamentar e da Prefeitura Municipal que será realizada no auditório da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras (Fafic), a partir das 8 horas. O evento contará com presença de representantes dos seis estados beneficiados com a PEC.

    “Esse projeto vai mudar a economia de grande parte do Nordeste, começando pela Paraíba. Temos Cajazeiras como a base da Zona Franca em função da sua localização privilegiada no contexto do Semiárido. Dessa forma apresenta uma excelente logística, o que sem dúvida, contribuirá para o sucesso da criação da nova Zona Franca. Essa audiência é importante para que possamos discutir esse tema com toda a região de Cajazeiras e com os outros estados que também serão beneficiados”, afirmou o deputado Wilson Filho.

    A proposta da Zona Franca conta com a área de abrangência em forma de círculo com um raio de 250 km, em uma linha reta. A Zona Franca do Semiárido chegará a Campina Grande, Picuí, Patos, Sousa, Cajazeiras, Princesa Isabel, Catolé do Rocha, além de municípios do Pernambuco (Serra Talhada), Rio Grande do Norte (Pau dos Ferros), Ceará (Juazeiro do Norte), e de municípios do Piauí e Bahia que estarão trabalhando pela Zona Franca gerando mais empregos e renda.

    Ao todo a Proposta beneficia 323 municípios dos seis estados nordestinos. “A PEC tem um imenso alcance social e econômico, beneficiando os estratos mais pobres da população brasileira. Gente que vive, em sua grande maioria, na dependência do Bolsa Família, maior programa de distribuição de renda e de redução da pobreza do governo federal”, explicou.

    Segundo o deputado Wilson Filho, o projeto foi reapresentado em 2011 já que foi apresentado primeiro por Wilson Santiago em 2003, mas não havia sido apreciado no Congresso. Segundo ele, a Zona Franca do Semiárido Nordestino tem toda semelhança com a de Manaus. “É uma área com isenção de impostos para que empresas, indústrias, fábricas, possam ser instaladas gerando milhares de empregos”, destacou.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here