Wilson Filho prevê que ‘o novo’ será o escolhido nas eleições de 2016 em JP

0

O deputado federal Wilson Filho (PTB) declarou que a população não está mais interessada no modelo político antigo, mas na inovação e renovação. O pré-candidato do PTB ainda aproveitou a oportunidade para criticar o prefeito Luciano Cartaxo (PSD), ressaltando que o chefe do executivo municipal tem como prioridade a ‘Nova Lagoa’, mas esquece das comunidades. Ele ainda defendeu que a capital paraibana obtenha o maior número de candidaturas, oferecendo assim o poder de escolha aos eleitores neste ano.

De acordo com o deputado, a população deseja mudança na política, mesmo quando todos afirmavam que em João Pessoa a disputa na majoritária ficaria entre o grupo do prefeito contra o grupo do governador Ricardo Coutinho (PSB), ele como pré-candidato, era o único que apostava num clima de modificação no sistema político como um todo. Para ele a sociedade mudou, devido os escândalos no cenário político nacional, a população hoje possui o direito de opinião e expressa isso, querendo participar, criticar, sugerir e/ou apenas opinar, reivindicando benefícios, destacando que os políticos que não seguirem à risca o papel de administrador público ficará no esquecimento.

“Começamos com muitos dizendo que iria polarizar entre estado e prefeitura. Aquilo que vinha falando está se concretizando, uma tendência de polarização que não existe, e o povo querendo mudança. No Brasil estamos vivendo um cenário que está colocando o povo pra pensar, nunca a população teve acesso informação como agora. A mentira, a enrolação, a conversa fiada, tudo isso será jogado pro canto. E se o político não agir com verdade, com honestidade não irá a lugar nenhum. Acredito que João Pessoa está mudando e o político que continuará no passado será escanteado. O cenário  nacional, independentemente da opinião de cada um, está mostrando que os maus políticos estão sendo excluídos e os bons serão lembrados. As pessoas estão perguntando, querendo dar sugestões, as pessoas querem compromisso. As pessoas estão querendo se envolver, contribuir. As pessoas estão querendo emprego, mudar de vida. Querem um médico para atender. Querem o básico”, comentou.

Conforme sua fala, ele acredita no novo, e crê que a sociedade apostará no mesmo, onde o político não apenas critica o opositor, mas apresenta soluções para os devidos problemas apresentados na cidade, inovando assim a política, e destacando que não adianta ter o desejo de administrar mas demonstrar capacidade para gerir, onde também não adianta prometer e não cumprir. Ele ainda afirmou que será pré-candidato e que não acredita em polarização no pleito deste ano, porque senão sua candidatura estaria extinta.

“Não adianta querer ser prefeito e não saber o que fazer, estamos adotando um modelo moderno de fazer política, uma boa política. Todas cidades que apostaram naqueles que não eram favoritos mas apresentam projetos de solução para a cidade, fazem parte das melhores gestões. Maceió, Salvador e Recife têm prefeitos com menos de 35 amos de idade. A nova geração tomando seu rumo, são as pessoas acreditando e dando oportunidade para quem nunca teve. E tenho certeza que se conseguirmos entrar em cada canto da cidade, levando nosso projeto e soluções, mostrando que podemos melhorar, a população iria acreditar, se não acreditasse a polarização existia. Isso é a prova que a polarização não existe, porque senão já não éramos candidatos, mas nossa candidatura está de pé. As pessoas querem uma alternativa para essa gangorra permanente. O povo não quer só crítica não, dizer que não tem médico e não resolver. Essa campanha política só tem crítica, somente. O povo não quer saber de político criticando. Não adianta ir pros bairros de João Pessoa, juntar gente e ficar com conversa fiada”, explicou.

“Estou preparado pra olhar no oolho dos outros candidatos e dizer que a população não é obrigada a escolher o que não quer, João Pessoa precisa de opção, e quantas mais opções melhor. Trabalhamos com sinceridade e por isso nosso projeto é o melhor, quero acabar com todos os vícios que acontecem e fazem com que JP não cresça. JP se prepara para 1 milhão mas não tem nada novo, só Lagoa e Calçadinha. Tem gente morando na Lagoa? A Lagoa é uma obra importante, mas não deveria ser prioridade de uma gestão, a capital tem muitas outras coisas. Todos fizeram calçadinhas. João Pessoa tem opção, e pode ser a nossa”, concluiu.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here