O Sousa encerrou a preparação para seu primeiro jogo do mata-mata da Série D do Campeonato Brasileiro de 2017 na manhã deste sábado (08).

Para enfrentar o Guarany de Sobral-CE no domingo (09), às 16h, no estádio Marizão, o treinador Índio Ferreira tem toda sua equipe a disposição.

Por um lado, a falta de desfalques é um ponto positivo. Mas, por outro, seu elenco completo não conta com nenhum reforço com relação aos jogadores que estiveram na equipe durante a fase de grupos.

Na véspera dos primeiros 90 minutos da decisão, o volante Lineker falou sobre a expecativa para o jogo de amanhã contra o rival cearense. Ele destacou que, por jogar em casa, a pressão é grande por um resultado positivo. Na primeira fase, o Dinossauro do Sertão conseguiu apenas uma vitória em três jogos diante de seus torcedores.

– É uma fase decisiva e, como sempre cobramos, dentro de casa temos que vencer, para no próximo domingo buscar a classificação em Sobral – disse.

Apesar da cobrança por um bom resultado no Marizão, o jogador do Sousa garantiu que o trabalho durante a semana dá certa tranquilidade para a equipe entrar em campo no confronto.

– Nós assimilamos bem o que o Índio pede. Se não conseguirmos uma vitória aqui, vai complicar a situação para a próxima fase. Precisamos ter foco para sairmos vitoriosos amanhã – alertou.

Durante a semana o time ganhou uma motivação extra para entrar no mata-mata. Os salários do elenco, que estavam atrasados desde o fim da fase de grupos, foram quitados, e agora não resta nenhuma pendência financeira entre diretoria e jogadores. As informações são do Voz da Torcida.

Comente

Antares

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here