Vitalzinho quebra silêncio, fala pela 1ª vez da adesão de Tatiana Medeiros a Ricardo

    0

    Mesmo evitando polemizar com a médica Tatiana Medeiros candidata a deputada federal pelo PMDB e que esta semana anunciou apoio ao governador Ricardo Coutinho (PSB), o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), lamentou profundamente a postura da peemedebista, e defendeu uma ampla reforma política capaz de punir todos os políticos que praticaram a chamada infidelidade partidária.

    Em entrevista ao programa Opinião da TV Borborema concedida nesta quinta-feira (11), Vital lembrou que em 2012, o PMDB apostou na doutora que segundo ele, fez uma campanha bonita, e saiu de “menos de alguma coisa” para mais de 90 mil votos. “Aquela votação foi resultado de um trabalho de rua daqueles que acreditavam em Veneziano e que transferiram para a candidata o nosso apoio e a nossa esperança” lembrou.

    Vital enfatizou ainda que todo o trabalho feito pelo PMDB em torno da candidatura de Tatiana Medeiros em 2012 foi realizado tendo como base, a correção e a lealdade. “Lamento profundamente. Não quero me ater as discussões específica” lamentou.

    Para o peemedebista, o sentido da traição e da infidelidade que brotaram nesta eleição é resultante de um uma política nacional que segundo ele, precisa de mudanças e de reformas políticas. Ele observou que nos últimos anos se falou muito na reforma política que não foi feita por conta das conveniências dos partidos em Brasília. Mais do que nunca o senador paraibano voltou a defender uma ampla reforma política que puna exemplarmente toda a forma de política arcaica, conservadora e mercantil.

    “O poder seduz e a sedução fica muito próxima da traição e da infidelidade. Então esse componente não pode existir. Mas eu acredito que existe um juiz em tudo isso. Existe um magistrado que é o eleitor que através do voto pode promover a mudança” afirmou.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]