Vídeo: MEL diz que impeachment é “pauta de golpe” e do conservadorismo

    0

    O presidente do Movimento do Espírito Lilás (MEL) e pré-candidato nas eleições do próximo ano pelo Psol em João Pessoa Renan Palmeira, em entrevista ao Paraíba Já durante o protesto contra o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e a permanência do presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), se posiciona em favor da manifestação, mesmo sendo oposição ao Governo Federal.

    “Olha, é uma manifestação necessária, uma manifestação pela democracia. Eu, pessoalmente, sou oposição de esquerda ao governo Dilma, mas entendo que a pauta do impeachment é uma pauta de golpe, é uma pauta conservadora, é uma pauta que vem de um setor reacionário da sociedade brasileira. Um setor homofóbico, um setor racista, um setor machista, então, como nunca é necessário derrotar essa pauta, que é inconstitucional, que não tem legitimidade social, que vem atacar o Estado democrático de Direito. Então nós nos juntamos a essa manifestação para dizer não ao impeachment, fora Eduardo Cunha do Congresso Nacional, e também contra essa política econômica que esse mesmo governo Dilma vem implementando, que é o ajuste fiscal e vem sendo maligno par aos trabalhadores e trabalhadoras da nossa nação”, avaliou o presidente.

    A manifestação

    A concentração para o ato em defesa da democracia e para protestar contra a permanência do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na presidência da Câmara dos Deputados começou por volta das 16h, 16h na Praça da Independência, no Centro João Pessoa. Os manifestantes se opõem ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

    De acordo com os organizadores, cerca de 5 mil pessoas seguiram em caminhada pelas principais avenidas do Centro, até chegarem ao Ponto de Cem Réis, por volta das 17h30h, onde  a manifestação foi encerradaàs 18h30.

    Segundo boletim divulgado pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob), a manifestação deixou o fluxo de veículos intenso nas avenidas centrais de João Pessoa, em especial a Pedro I, a Tabajaras e a Getúlio Vargas.

    O público presente ao ato desta quarta foi muito superior ao registrado na manifestação pró-impeachment, ocorrida no último domingo (13),  que reuniu algo em torno de 200 pessoas no trajeto entre a Avenida. Epitácio Pessoa e o Busto de Tamandaré, de acordo com a Polícia Militar.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here