Após rompimento do túnel da Lagoa, vereador insiste que CPI é necessária

0

No final da manhã desta segunda-feira (30), por conta das fortes chuvas, a tubulação do canal do Parque Solon de Lucena estourou novamente. O problema na obra é recorrente, pela terceira vez o asfalto na avenida Padre Azevedo, no Centro de João Pessoa, não resiste à chuva e sede. O vereador Lucas de Brito (PSL) em entrevista ao Paraíba Já, reforçou que o incidente mostra a necessidade de uma investigação sobre a obra, para que se possa averiguar as irregularidades apontadas em relatório da Controladoria Geral da União (CGU).

“É uma revelação de que existem falhas na obra. A gente imagina que a necessidade de haver uma investigação a respeito daquelas irregularidades apontadas pela CGU subsiste e, por isso, insistimos na ideia da CPI”, defendeu citando a CPI da Lagoa, que foi protocolada, mas depois de indas e vinda na justiça, foi arquivada pela presidência da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP).

Lucas ainda deixou claro que, mesmo a CPI tendo sido arquivada, a oposição não deixará o assunto de lado e irá buscar meios de levar a investigação adiante.

“Mesmo ela tendo sido arquivada vamos ver qual é a solução pra levar isso adiante”, ponderou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here