Vídeo: Ana Paula comenta prisão de Laércio e relembra polêmica no BBB; assista

0

Ana Paula Renault se manifestou sobre o polêmico caso envolvendo o ex-BBB Laércio, preso pelos crimes de estupro de vulnerável e fornecimento de bebida alcóolica para menores de idade na manhã de segunda-feira (16). Em seu perfil no Twitter, a jornalista declarou estar “bastante surpresa” com o ocorrido e que “não existem culpados enquanto nada se provar”.

“Não queria render assunto, mas queria que vocês soubessem que essa declaração foi de próprio punho, porque a gente é dessas”, iniciou a ex-BBB. “A minha discussão, com o ex-participante do ‘BBB 16’ em questão, ocorreu durante um confinamento sob grande estresse. As atitudes dele, somadas aos olhares e gestos, me desagradaram e muito, culminando em uma desavença pessoal. O fato ocorrido nessa manhã me deixa bastante surpresa e é uma questão judicial. Não existem culpados enquanto nada se provar. O importante desse episódio é salientar que qualquer pessoa que se sinta abusada tem o direito de denunciar. Se informem, conversem com familiares e amigos, não se sintam acuadas”, alertou Ana Paula.

Na publicação, a jornalista ainda problematizou a culpabilização da vítima de um abuso sexual e desabafou: “Muitos são taxados de loucos por exprimirem sua opinião, por denunciarem um abuso, agressão. Loucos são aqueles que não querem enxergar, que deixam as vítimas ainda mais acuadas e agem de forma preconceituosa. Não a culpabilização da vítima de abuso sexual. Onde já se viu perguntar para uma vítima de abuso com qual roupa estava, que esmalte usava?! Não, não temos culpa. A culpabiização da vítima é um tabu que coloca milhares de mulheres com vergonha da própria condição, impedindo-as de terem a assistência necessária”.

Entenda o caso

Na manhã de segunda-feira, o ex-BBB Laércio de Moura, 56 anos, foi preso em Curitiba pelos crimes de estupro de vulnerável e fornecimento de bebida alcóolica para menores de idade. Segundo a delegada adjunta do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) de Curitiba, Patrícia Conceição Nobre Paz, Laércio ainda está sendo investigado por outros crimes previstos no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

A delegada também afirmou que as investigações começaram devido a denúncias recebidas quando Laércio ainda estava no reality show da Rede Globo. “No programa, ele já anunciava algumas práticas duvidosas e recebemos diversas denúncias a nível nacional. A investigação começou sigilosa e discreta, mas prosseguiram a acabamos identificando vítimas”, declarou.

As acusações dentro e fora do BBB

Durante a 16ª edição do ‘Big Brother Brasil’, Laércio comunicou aos outros brothers na casa que seria adepto da poligamia e de namorar meninas de 16 e 17 anos. Ana Paula foi a única a desabafar sobre o brother após perceber que o mesmo a olhava estranho e teria feito gestos olhando para ela e para a campeã Munik, de 19 anos. Dentro da casa, a jornalista causou polêmica ao chamá-lo de “pedófilo nojento” ao vê-lo dormindo apenas de cueca.

Enquanto isso, fora do confinamento, circulavam pelas redes sociais as primeiras queixas contra Laércio. No perfil pessoal do ex-BBB foram encontrados relatos e prints de conversas sobre sua personalidade polêmica e fotos de adolescentes seminuas.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here