Vereadores de oposição denunciam contrato da PMJP e pedem instalação da CPI do Lixo

    1

    O vereador Lucas de Brito (DEM) propôs na manhã desta terça-feira, na Câmara de João Pessoa (PMJP), a criação da CPI do lixo. Isso porque o vereador Renato Martins (PSB) denunciou o contrato que a Prefeitura de João Pessoa tem com a Revita, responsável por serviços de limpeza urbana na Capital, por ter ligações com o petista condenado nas investigações do Mensalão, José Dirceu. Lucas crê que há todos os indícios necessários para uma investigação.

    “Será que com a dissolução dos contratos com a Revita em outras cidades do Brasil, devemos esperar que isso aconteça em João Pessoa? Será que esta Casa não deveria estabelecer uma CPI do lixo? Temos apenas 1% de coleta seletiva em João Pessoa. Quanto mais lixo não for coletado seletivamente, quanto mais for para o aterro sanitário, mais as empresas de coleta vão ganhar para, muitas vezes, até financiarem campanhas, como acontece em outros locais do País”, argumentou Lucas de Brito (DEM).

    Por sua vez, Raoni Mendes (PDT) disse que há indícios muito fortes da ligação de Dirceu com a Gestão Petista. “Precisamos retirar o lixo de debaixo do tapete, assim como o Brasil está fazendo com outras instâncias. José Dirceu se encontra preso, ele é um mal para nosso País. Como a Revita chegou a João Pessoa? Qual a sua relação com José Dirceu? Isso é muito sério. Precisamos sim fazer o papel de investigação. É importante solicitar ao Tribunal de Contas que tragamos esses contratos para cá”, opinou.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here