Parlamentar sugere que auxiliar de Cartaxo faça delação e contrate advogado

A oposição apresentou documentos que comprovam o envolvimento da  esposa do secretário na iberação de recursos para obras

0

O vereador e líder da bancada de oposição na Câmara Municipal de João Pessoa, Bruno Farias (PPS), sugeriu ao secretario de Infraestrutura, Cássio Andrade, faça delação premiada, sobre a obra da Lagoa e contrate um advogado para sua defesa, ao invés de pensar em processar a oposição.

Bruno também ressaltou que a comissão criada pelo prefeito Luciano Cartaxo (PSD), para investigar as irregularidades da obra da Lagoa é uma maneira de tentar desviar o foco e culpar um elo mais fraco.

“Gaste para pagar advogado, para fazer uma delação. Essa comissão é para culpar o mais fraco. Neste caso, é você, Cássio. O prefeito não pode transferir responsabilidades. Ele quer escolher um Judas e eu digo a Cássio que não queria ser esse Judas”, salientou.

Na última quarta-feira (28), em coletiva de imprensa, a oposição mostrou documentos que comprovam o envolvimento direto da  esposa do secretário de Cássio Andrade, para liberação de recursos para obras e levou o caso ao conhecimento do superintendente da Caixa Econômica Federal na Paraíba, Marcus Vinicius Neves, que  se comprometeu em instaurar um processo administrativo para investigar as denúncias.

Entenda o Caso

A engenheira Luciana Torres Maroja Santos, esposa do secretário de Infraestrutura de João Pessoa, Cássio Andrade, de fato esteve envolvida nos processos burocráticos para autorização de disponibilidade de recursos para a obra de revitalização do Parque Solon de Lucena, a Lagoa.

Contrário às manifestações do auxiliar do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), de que ela estaria afastada de todo e qualquer projeto referente à Prefeitura da Capital, os documentos disponibilizados no portal do Sistema de Convênios (Siconv) mostram que, até a 10ª medição da obra, ela participou, indireta ou diretamente, da equipe da Gerência de Governo (Gigov) em João Pessoa, que viabilizava a liberação dos recursos federais para a obra.

Abaixo, seguem documentos que estão assinados digitalmente por Luciana, que ocupava a coordenação do Gigov, à época.

Parlamentar sugere que auxiliar de Cartaxo faça delação e contrate advogado Parlamentar sugere que auxiliar de Cartaxo faça delação e contrate advogado Parlamentar sugere que auxiliar de Cartaxo faça delação e contrate advogado

Parlamentar sugere que auxiliar de Cartaxo faça delação e contrate advogado Parlamentar sugere que auxiliar de Cartaxo faça delação e contrate advogado Parlamentar sugere que auxiliar de Cartaxo faça delação e contrate advogado

Parlamentar sugere que auxiliar de Cartaxo faça delação e contrate advogado Parlamentar sugere que auxiliar de Cartaxo faça delação e contrate advogado Parlamentar sugere que auxiliar de Cartaxo faça delação e contrate advogado

Parlamentar sugere que auxiliar de Cartaxo faça delação e contrate advogado Parlamentar sugere que auxiliar de Cartaxo faça delação e contrate advogado

Caixa

Todos esses documentos foram entregues ao superintendente da Caixa na Paraíba, Marcos Vinicius Neves, que garantiu que a instituição vai abrir um processo administrativo para investigar o caso.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here