Vereador Renato Martins defende Botafogo na série C

    0

    O vereador Renato Martins (PSB), defendeu nesta terça-feira (2) no plenário da Câmara Municipal de João Pessoa, em sessão ordinária, a manutenção do Botafogo da Paraíba na série C do Campeonato Brasileiro. Torcedor do “Belo”, o vereador afirmou que a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva foi ilegal. “Acho que o próprio STJD percebeu a monstruosidade do que fez e ele mesmo voltou atrás, expulsou e depois disse que não tinha mais efeito, ia deixar para julgar depois”, declarou.

    De acordo com o vereador Renato Martins, a decisão do STJD é inconstitucional, não tem fundamento nem consistência. “Caso eles venham a manter a decisão de deixar o Botafogo fora do campeonato nós entraremos na Justiça e ganharemos de novo. Do mesmo jeito que a gente anulou a decisão anterior que fechava o Almeidão, que prejudicaria e muito o Botafogo e os torcedores”.

    O vereador Renato Martins lembrou que o STDJ quer inibir ou tirar o efeito do Estatudo do Torcedor. “A CBF quer estar acima do Constituição. O Estatuto do Torcedor serve ao torcedor e quem julga são os juízes, o STJ”.

    Renato Martins aconselhou a todos os torcedores do Botafogo a ficarem tranquilos. O Clube está na série C. “Aconselho a todos os torcedores comprarem o ingresso e lotarem o Almeidão na segunda-feira contra o Paysandu”.

    Em pronunciamento, na sessão ordinária desta terça-feira (2), na Câmara Municipal de João Pessoa, vereador declarou: “Anuncio agora que entro novamente na Justiça, questionando o artigo do STJD, pois como é que o regulamento de uma competição anula a própria Constituição? Vamos vencer o STJD duas vezes”, anunciou.

    Por três votos a um, o Botafogo-PB foi excluído da Série C por decisão da Quarta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A punição aconteceu porque o Belo teria se favorecido de uma decisão da Justiça Comum, acionada por Renato Martins, para jogar em seu estádio, o Almeidão, que havia sido interditado pelo STJD, antes que o processo fosse esgotado em todas as instâncias nos tribunais desportivos.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]