Vereador rebate argumentos da PMJP: “a cidade só retrocede”

0

O vereador Renato Martins (PSB) rebateu as informações do secretário Executivo de Mobilidade Urbana (Semob), Carlos Batinga, sobre o projeto de lei (PL) em que ele sugere a climatização nos ônibus, devido altas temperaturas em seu interior, ofertando assim um maior conforto aos usuários.

Durante entrevistas nesta semana, Batinga afirmou que não conseguia entender viabilidade para a execução do projeto, e que se fosse aprovado, a população precisaria pagar o preço, porque elevaria os custos para a manutenção dos coletivos. O superintendente ainda exemplificou sobre a climatização nos transportes públicos no Rio de Janeiro, que conforme ele, o projeto recuou devido às despesas.

O parlamentar saiu em defesa de seu PL e destacou que em nenhum momento foi propagado o aumento de custos para a execução do mesmo, e que no complemento do projeto já havia sobre a proposta, onde garantia do benefício seriam as isenções e renúncias fiscais.

“Basta reduzir ou cortar o ISS – Imposto Sobre Serviços – (preço público) e o impacto do ICMS – Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – (cerca de 20% entre  peças e combustível) que fica entre 4% do valor da passagem. Logo seria então 9% da passagem para modernizar a frota com transporte climatizado, com câmera de ré e de porta, elevador de cadeirante e assento de obeso. Com estes 9% teríamos cerca de R$ 30 milhões por ano para investir. Isso iria estimular o uso de ônibus, aumentando o lucro dos empresários, descongestionando a cidade pela redução da utilização dos transportes particulares”, comentou.

De acordo com o socialista, ele exemplificou que esta ação já vem sendo implantada em todo mundo. E aproveitou a oportunidade para criticar a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) pela diminuição de frota.

“Essa foi uma estratégia usada no mundo, e chega ao Brasil com força, inclusive com ordem judicial como no Rio de Janeiro e São Paulo. Lembro até que em algumas cidades  já implantaram ou estou implantando ônibus com wi-fi. Infelizmente nossa cidade retrocede, apenas favorece a superlotação com a diminuição do serviço ofertado”, concluiu.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here