Vereador diz que Marmuthe foi injustiçado e que ‘lei’ dos médicos deve ser revogada

0

O vereador João Almeida (SD) defendeu publicamente o vereador Marmuthe Cavalcanti (PSD), seu colega na bancada de situação na Câmara de João Pessoa (CMJP), que teve recentemente uma conversa vazada de um grupo do Whatsapp, em que chama o sindicatado dos médicos da Paraíba de “merda”.

Para João Almeida, o vereador sofreu injustiça e agiu sob o calor da raiva diante disso. “Quando a gente é injustiçado, quando sofre alguma penalidade a qual a gente não mereça, surge naturalmente em qualquer pessoa um sentimento irracional do ser humano. A raiva, a fúria e nesses sentimentos que vêm à tona, você às vezes profere palavras e até age de maneira física para se defender da injustiça”, justificou.

Essa injustiça, segundo ele, seria derivada de uma suposta campanha de difamação que o Sindicato estaria promovendo contra alguns vereadores da CMJP.

“Não votamos para diminuição de aumento de salário dos médicos, isso é uma mentira do sindicato. Nós, na verdade, votamos uma proposta que foi discutida pelo próprio sindicato com a prefeitura e foi aceita e votamos aqui na Casa. Eles não aceitaram os 70% de incorporação e em uma outra sessão chegamos a 100% de incorporação da gratificação médica. Resumindo: os médicos recebiam de salário dois mil reais e passaram a receber oito na incorporação”, destacou.

João declarou que o vereador que vazou essa conversa do grupo do Whatsapp deverá ser descoberto ainda nesta quarta-feira (01) e que irão apurar o propósito do vazamento. “Pode ter feito inocentemente sem ter maldade, mas o fato é que foi feito e a gente vai descobrir essa pessoa e vamos conversar com ela para saber qual foi seu propósito”, pontuou.

Ele também anunciou que irá entrar pauta do dia na CMJP a revogação do aumento de Desempenho de Produção (GDP), concedido pela PMJP depois de muita pressão das entidades médicas. Seria uma espécie de retaliação a postura dos médicos.

“O prefeito realmente quis dar um grande presente e esse presente está sendo cuspido. Meu entendimento é que seja desfeito, revisto e seja revogado o que foi feito, já que eles não estão achando interessante e seja retornado a situação como estava, já que os médicos não gostaram. É muito ruim você dar um presente e não gostarem, então peça de volta”, ameaçou.

 

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here