Vereador diz que Cartaxo só decidiu investigar obra da Lagoa para culpar alguém

0

“O prefeito Luciano Cartaxo resolveu num lapso, em um surto de investigação, colocar a estrela de xerife no peito e começa a dizer que vai investigar a obra da Lagoa. Pra mim isso é uma investigação para tentar transferir responsabilidade para terceiros”. A afirmação é do vereador da Capital e líder da oposição Bruno Farias (PPS).

O parlamentar, que participou de uma entrevista coletiva nesta quarta-feira (28) para fazer mais uma denúncia contra a gestão de Cartaxo, disse também que o prefeito só resolveu tomar alguma providência após os autos dos inquéritos da Polícia Federal e Ministério Público Federal (MPF) foram tornados públicos.

“O prefeito desmoraliza a própria Secretária Municipal de Controle interno. Para que existe um controle interno? Se desde o início da obra, a bancada da oposição, a imprensa os órgãos de controle informam que a maracutaia na obra da Lagoa e o prefeito cruza os braços. Primeiro tenta debochar da CGU (Controladoria Geral da União), dizendo que o relatório não vale de nada. Depois Cartaxo tenta de alguma forma desmerecer a Polícia Federal”, resumiu.

Hoje cedo, Cartaxo não perdeu a oportunidade para voltar a criticar a bancada de oposição dizendo que errou uma vez e irá errar novamente, “pois os órgãos competentes já estão investigando as denúncias em relação a obra da Lagoa”

O prefeito disse ainda Prefeitura de João Pessoa “está sempre aberta ao diálogo” e garantiu que sua gestão vem colaborando com as investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal. “A Prefeitura de João Pessoa é transparente”, disse.

Tráfico de influência

Hoje de manhã o Paraíba trouxe que documentos revelam envolvimento de esposa do secretário de Infraestrutura Cássio Andrade na liberação de recursos para a obra.

A engenheira Luciana Torres Maroja Santos de fato esteve envolvida nos processos burocráticos para autorização de disponibilidade de recursos para a obra de revitalização do Parque Solon de Lucena, a Lagoa. Os documentos disponibilizados no portal do Sistema de Convênios (Siconv) mostram que, até a 10ª medição da obra, ela participou, indireta ou diretamente, da equipe da Gerência de Governo (Gigov) em João Pessoa, que viabilizava a liberação dos recursos federais para a obra.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here