Vereador desconversa sobre disputa com Marmuthe: “lá não é curral eleitoral”

    0

    O vereador Sérgio da SAC (SD), esclareceu, em entrevista ao Paraíba Já, os mal entendidos, que de acordo com ele, foram criados pela oposição, com o seu “adversário” vereador Marmuthe Cavalcante (PSD). Isso porque os dois vereadores disputam votos na mesma região da cidade, mais precisamente no bairro Valentina de Figueiredo e adjacências.

    “Quando eu assumo uma posição, eu não fico no anonimato, eu assumo os meus atos. Eu não tenho nada contra o vereador Marmuthe, isso foi uma criação do Governo do Estado,  que eu fui o primeiro a fazer oposição contra o governador Ricardo Coutinho. Eu acho que passei três anos ali mostrando pra João Pessoa quem era o governador como administrador e como político, então criaram isso. Eu não tenho nada contra Marmuthe, inclusive moro lá no conjunto há 32 anos, não vou sair de lá e nem pretendo. Lá não é curral eleitoral de ninguém, pode ser que no meio do ano pode vir uma nova surpresa, pode haver uma nova liderança, afinal de contas quem julga é o povo. O ato que foi feito por ele compete a Justiça e eu jamais teria interesse”, declarou, relembrando o caso dos equipamentos de uma academia de saúde que deveria ter sido instalada em uma praça e que estavam guardados na casa de Marmuthe.

    Sobre ter mudado de partido após a saída de Marmuthe do SD, o vereador esclareceu que não foi nada premeditado.“Eu estive com o presidente do PSL e ele falou que iria apoiar o governador, eu disse que votaria em Luciano. Essa indicação do Solidariedade foi feita pelo prefeito, e isso não é definitivo. É porque eu costumo dizer que nada é definitivo. No momento eu tinha a tendência de sair com o prefeito para o PT, mas ele mudou, e quando mudou, eu acho que a bancada que ele tá agora é muito forte e eu talvez não tenha a votação ideal pra me reeleger Então eu tomei o destino no SD e não é uma coisa definitiva. Tô brigando pra ver se a legenda de um partido ainda chega dentro da previsão que o TRE ta dando, eu to saindo pra um partido que eu tenho vontade de construir que é fazer dois, três vereadores, e acredito que esse sonho meu tá sendo realizado”, garantiu.

    Sérgio da SAC explanou ainda os seus principais projetos aprovados. “Projeto de lei, eu considero o assento do idoso, a semana da mulher gestante, a lei que nós fizemos sobre o mosquito, que foi aprovado agora que em 2009 e ela ainda precisava de um apoio do Governo do Estado. Eu tenho feito o meu mandato sob a vontade do povo, o mandato não é meu, o mandato é daqueles que acreditam em mim”, afirmou.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here