Vendas no varejo caem nos últimos dois anos

    0

    O comércio varejista do país fechou o ano passado com crescimento acumulado de 2,2% no volume de vendas, em comparação ao resultado acumulado de 2013 (4,3%), no volume de vendas da série sem ajuste sazonal. Já a receita nominal do setor fechou 2014 com crescimento de 8,5%.

    Os dados fazem parte da Pesquisa Mensal do Comércio divulgado hoje (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados indicam que entre as oito atividades do varejo, cinco registraram taxas positivas, em relação ao ano anterior.

    O principal destaque foi o segmento de outros artigos de uso pessoal e doméstico (que engloba lojas de departamentos, ótica, joalheria, artigos esportivos, brinquedos etc), que registrou variação no volume de vendas de 7,9% em 2014, em relação ao ano anterior, sendo este o principal impacto positivo no resultado anual do setor.

    Também se destacaram as atividades do item artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria, que registrou crescimento de 9% em relação ao ano anterior e que deu a segunda maior contribuição à taxa anual do varejo. O item Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo cresceu 1,3%, o terceiro maior impacto na formação da taxa geral do varejo.

    Segundo o IBGE, apesar do crescimento do segmento de hipermercados, entre 2014 e 2013, houve declínio na taxa de expansão entre os dois períodos, uma vez que em 2013 o aumento foi 1,9% em relação a 2012.

    “Isso pode ser explicado pela desaceleração do crescimento da massa real de rendimento, com taxa de variação de 1,4% em 2014 contra os 2,4% de 2013, segundo a Pesquisa Mensal de Emprego [PME]”, também do IBGE.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here