“União pelo Nordeste não pode ser uma caravana da migalha”, dispara Anísio Maia

    0

    O deputado estadual Anísio Maia (PT) destacou que o Movimento União Pelo Nordeste não pode se constituir como uma ‘caravana da migalha’. A formação dessa frente sempre foi uma das bandeiras de Anísio. Nesta quinta-feira, deputados nordestinos se reuniram com os parlamentares paraibanos e em seguida com o governador Ricardo Coutinho (PSB).

    “Agora chegou o momento de cobrar com força, não por pequenas obras, mas sim a aprovação da PEC 57/1999, que é a única forma de fazer o nordestino sair da condição de pedinte”, afirmou Anísio.

    Já em 2012, em encontros com a bancada federal, em Brasília, ressaltou a importância da união do Nordeste para combater os problemas da seca e cobrou a formação de uma frente parlamentar nordestina para apontar soluções imediatas para os efeitos da estiagem.

    “Há muito que defendo a formação do movimento integrado com os representantes nordestinos, para que possamos discutir soluções e alternativas contra os efeitos da estiagem. Estou certo de que esse movimento dá ainda mais força às nossas reivindicações”, declarou Anísio Maia, que cobra essa união do Nordeste desde 2012.

    Em 2014, Anísio encabeçou proposta endossada por 27 deputados ao encontro de governadores, pedindo a aprovação da PEC 57/1999, especificamente o item que cria o Fundo Nacional de Desenvolvimento do Semiárido.

    “É hora de realizar uma grande reunião com todos os deputados estaduais e deputados federais do Nordeste para cobrar soluções definitivas para a região. E uma dessas soluções é a aprovação da PEC 57/1999”, finalizou o deputado Anísio Maia.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here