TV Câmara JP define ações para exibir títulos do cinema paraibano

0

A editora de Jornalismo e o diretor de Imagem da TV Câmara João Pessoa (TVC-JP), Mafalda Moura e Lúcio César, respectivamente, se reuniram com representantes do Fórum do Audiovisual da Paraíba para discutir e estabelecer critérios para exibição das obras do cinema paraibano na grade da emissora.

A reunião aconteceu na tarde desta quarta-feira (14), no auditório Cabral Batista, anexo II da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). Elementos como Legislação, prazo, quantidade de exibições, caráter da obra, entre outros quesitos, foram avaliados pelos participantes.

Lúcio César falou que a emissora pretende abrir uma janela de exibição para a produção cinematográfica local e atentou para a necessidade de ser criado um grupo de trabalho para conhecimento das obras produzidas por financiamento público na Capital.

Um dos membros do Fórum Abraão Bahia lembrou que a TV Cidade exibe as obras financiadas pelos editais da Fundação de Cultura de João Pessoa (Funjope), o Fundo Municipal de Cultura (FMC) e o Prêmio Walfredo Rodrigues.

Mafalda Moura falou que existe a intenção da TV Câmara ser mais abrangente e contemplar a produção de toda Paraíba. Ela também anunciou que o presidente da Associação Brasileira de Televisões e Rádios Legislativas (Astral), Wanderley Oliveira, mostrou interesse em exibir as obras do Cinema Paraibano, pela Rede Astral, em todo Brasil.

Já Ely Marques, que também compõe o Fórum, disse que é importante democratizar os meios de comunicação através da exibição de conteúdos financiados com recursos públicos, mas seria importante haver a fomentação de recursos na CMJP, através de editais e convênios, para produção de conteúdo próprio.

André Xingu, da Mills Audiovisual e Comunicações, sugeriu o cadastramento da CMJP nos editais como o Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Audiovisual Brasileiro (Prodav) e criar uma consultoria relacionada ao tema.

“A TV Câmara tem capacidade técnica para fomentar produções de qualidade. Não se pode perder essa oportunidade de divulgação da nossa produção audiovisual”, comentou. Ele ainda sugeriu a criação de uma lei para isenção do Imposto Sob Serviços (ISS) para as produções audiovisuais locais.

Entre os encaminhamentos, surgiu a possibilidade da abertura de uma janela de exibição de meia-hora aos domingos, com reprises durante a semana, para um programa de entrevista com um realizador e a exibição de sua obra.

Também a realização de uma pesquisa sobre obras produzidas com incentivo público para contato imediato com o autor para negociação de exibição e a realização de um “Chamamento Público” para localizar os interessados em divulgar sua obra.

De acordo com Lúcio César, a perspectiva é que a nova atração já componha a nova grade de programação da TV Câmara prevista para o próximo mês de agosto.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here