TRE pede ao STF que investigue Cássio por denúncia de compra de apoio político

    0

    O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), por meio do juiz federal Rudival Gama do Nascimento, acatou parecer do procurador Rodolfo Alves Silva e encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) notícia-crime contra o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), acusado de comprar o apoio político do prefeito de Caiçara, Cícero Francisco da Silva, do vice-prefeito da cidade e de mais quatro vereadores.

    A nova acusação contra Cássio, cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por abuso de poder político e econômico em 2006, foi protocolada na Polícia Federal da Paraíba pela assessoria jurídica da coligação ‘A Força do Trabalho’, encabeçada pelo governador e candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB). O esquema de compra de apoio político envolve também o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Ricardo Marcelo (PEN).

    De acordo com o advogado Celso Fernandes, a coligação ‘A Força do Trabalho’ teve acesso a uma gravação que revela detalhes do novo crime eleitoral praticado por Cássio. “A gravação é contundente, cita nominalmente as pessoas da coligação adversária e valores de R$ 200 mil e de R$ 600 mil”, afirmou.

    Diante das novas denúncias, o procurador Rodolfo Alves Silva solicitou o que STF investigue o candidato tucano que, por ser senador, possui foro privilegiado. “Como se sabe, os senadores possuem foro privilegiado por prerrogativa de função, de modo que os crimes comuns por eles praticados, dentre eles eleitorais, devem ser julgados pelo Supremo Tribunal Federal”, disse o procurador em eu parecer.

    Leia abaixo cópia o despacho do juiz Rudival Gama do Nascimento.

    TRE pede ao STF que investigue Cássio por denúncia de compra de apoio político

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: redacao@paraibaja.com.br