TRE adia julgamento de Aije contra RC; tendência é pela improcedência da ação

0

Apesar de contar com três votos favoráveis à improcedência da Ação de Investigação Judicial Eleitoral contra o governador Ricardo Coutinho (PSB), o julgamento foi adiado para depois do Carnaval. A aije, movida pela coligação ‘A Vontade do Povo’ , que teve como candidato o senador Cássio Cunha Lima, entrou na pauta da Corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Paraíba, na tarde desta quinta-feira (04).

No começo do julgamento, o representante do Ministério Público e o relator da matéria, juiz Tércio Chaves de Moura, deram parecer pela improcedência das acusações contra o socialista.  O voto do relator foi seguido  pelos juízes Silvio Porto e Breno Wanderley.Os juízes entenderam que não houve o uso da da máquina pública em favor da reeleição de Ricardo Coutinho.

No entanto, o juiz Leandro dos Santos pediu vistas e adiou a conclusão do julgamento para após o Carnaval.

Na chamada Aije Fiscal, Ricardo é acusado de conceder benefícios em ano eleitoral como a isenção de IPVA para motocicletas e automóveis e a renúncia de ICMS.

 

Ainda na sessão de hoje no TRE entrará em pauta o julgamento de outra ação contra o mandato do socialista.

 

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here