Trauminha: CRM se diz impotente e diz que pacientes do hospital sofrem humilhação

0

O médico João Alberto Moraes Pessoa, diretor de fiscalização do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) se disse perplexo com as situações que presenciou no Trauminha, hospital da rede municipal de Saúde de João Pessoa.

“O primeiro sentimento é de impotência perante a situação caótica que a gente viu. O segundo é de humilhação”, revela ele.

Para o Dr. João Alberto, as condições para atendimento de pacientes no Trauminha são desmunas.“Humilhação por estar atendendo numa condição tão anti-humana como está sendo feito atualmente no Hospital de Trauma”, acrescentou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: redacao@paraibaja.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here