Toinho tenta ser vereador para retornar projeto social: “o povo tá com fome”

    0

    O sopão pode voltar. É o que afirma o atual pré-candidato a vereador pelo PTB Toinho do Sopão. Em entrevista ao Paraíba Já, o ex-deputado estadual falou sobre seus novos projetos, as maiores conquistas de seu último mandato e ainda os motivos pelos quais acredita não tem conseguido a reeleição.

    “Sou candidato pelo PTB. Meu projeto principal é o de stand box, que eu não perdi a esperança de colocá-lo na rua, uma geração de mais de 2 mil pontos de trabalho na grande João Pessoa, porque acredito que se for aprovado aqui na Capital, provavelmente vai ser copiado por Bayeux, Santa Rita, outras cidades adjacentes. Depois o meu projeto do sopão, que eu pretendo colocá-lo de volta, porque eu só sou candidato de novo porque muita gente me cobra o retorno do projeto e também perguntam se eu sou candidato. Pode ser que dê certo de novo”, afirmou o ex-deputado.

    Questionado sobre o sua tentativa mal sucedida de reeleição, Toinho aponta os motivos.  “Quando eu cheguei na Assembleia, uma senhora que tem 35 de Casa lá, me disse, os camaradas aqui vão se fingir de seus amigos, mas vão lhe triturar. Eles tem em média 50 a 100 cabos eleitorais que vão levantar todo tipo de mentira contra você. Primeiro que eles vão tentar eleger o candidato deles. Divulgaram que eu ganhei uma Hilux de Zé Maranhão, e isso não procedeu. Isso é muito ruim para um candidato, quando você é eleito por uma coligação e pretende apoiar um outro candidato por não gostar do candidato da coligação, no caso era Ricardo e eu era camelô, eu não andava com ele. Então fui pra Zé Maranhão e voltei no outro dia porque fiquei com medo de perder o mandato por infidelidade partidária. Tudo isso vai acarretando e somando, colocando na cabeça das pessoas coisas que eu não pratiquei. Disseram que eu abandonei a mulher, coisa que também não procedeu. Erro meu de não ter feito BO por abandono de lar da parte dela, que me deixou por 30 dias e eu esperei, mas depois dei continuidade a minha vida. Propagaram também que eu não dava mais sopa, quer dizer, eles mentiram pra denegrir a minha pessoa. Eu atribuo a essas mentiras a minha reeleição, porque o meu projeto social foi muito bem feito, obrigado”, relatou.

    O pré-candidato esclarece o que mudou em seu projeto durante seu mandato.  “Sobre as pessoas que espalharam essas mentiras por aí: pergunta se alguma delas deu um prato de comida a um trabalhador? Tem noção do que é uma tonelada de comida por dia. Tudo isso com recursos próprios! Eu não tinha dinheiro para pagar fulano ou beltrano pra falar bem de mim, não tinha dinheiro pra ficar comendo nos melhores restaurantes, porque senão ia faltar pro projeto social. O camarada chega no Natal e dá uma tonelada de comida, enquanto eu dava uma tonelada por dia. Será que é porque você virou político que você se torna uma pessoa amaldiçoada?  Quantos eleitores meus perguntavam porque eu acabei a sopa antes, mas eu só acabei quando eu perdi a eleição. Infelizmente a política brasileira tá desse jeito, nós não temos escapatória, eu vi a coisa bem de perto. Só o que a imprensa tem pra divulgar hoje é essa ladroagem. Uma tonelada de comida é um custo muito alto e é muito trabalho, duas mil sopas todos os dias, e dois mil pães, de segunda a sexta! De 16h da tarde, fazendo chuva ou sol, minha equipe estava lá. Ninguém faz uma obra social dessas no meio da rua, e e eu nunca perguntei de onde vinha e pra onde ia, meu projeto social era um projeto de todos, sem olhar a quem. Eu tenho medo é da língua humana, porque eu não encontro outro erro meu, eu não vivi de ostentação.Se eu ganhar, obviamente voltarei com o projeto. Pode até não ser com força total, porque um deputado é um deputado e um vereador é um vereador, mas se o prefeito abraçar a causa podemos voltar sim. O povo tá com fome!”, explicou.

    Toinho ressalta ainda suas maiores conquistas enquanto deputado.“A minha maior conquista, com a graça de Deus, foi ampliar o projeto social. De 250 sopas e zero pães, para duas mil sopas e dois mil pães diários, de segunda a sexta sem falhar um dia. Se chovesse, não tinha sopa no dia posterior porque as pessoas não me ajudavam e não davam a contribuição. Eu garanto pra você que eu não tive uma falha, eu só tenho medo da língua do povo. Até o maior homem da Terra não escapou da língua do povo. Não tem mandato que se sustente, eu poderia gastar mais do que qualquer outro candidato, mas ainda assim eu não me elegeria, porque criaram mentiras sobre mim. Minha maior virtude é a simplicidade, nunca me achei melhor do que ninguém”, garantiu.

     

     

     

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here