“Tive raiva de tudo”, diz Maria Rita sobre morte de Elis Regina

2

Primeira convidada para o bate-papo com Marília Gabriela no novo “TV Mulher”, que estreou na terça (31) no canal Viva, Maria Rita lembrou do difícil momento em que soube das circunstâncias da morte de Elis Regina (1945-82). A cantora morreu aos 36 anos após uma overdose.

Maria Rita contou que estava na adolescência quando leu um livro sobre a mãe e como reagiu ao descobrir que ela usava drogas. “A história era que ela tinha um problema no coração. Quando li o que era foi complicado. Em me senti enganada a vida toda. Fiquei com raiva na hora. Raiva de tudo. Da mentira, dela, da noção que ela usava droga. Comecei a jogar minhas coisas no meu quarto”, desabafou.

A cantora disse que sempre teve consciência da grandeza de Elis: “As pessoas paravam, choravam. Entendi que tinha a ver com a minha mãe. Sempre tive consciência do que ela era de fato. Muitas vezes, a ausência dela indicava o seu tamanho”.

Na entrevista, Maria Rita também falou sobre o início da carreira musical após se formar em Comunicação Social. “Sabia que cantar por cantar me destruiria. Fui com muita cautela”, afirmou.

“Era comparação, agressividade. Mas tinha muito colo, de pessoas como você, Hebe [Camargo] e também nas ruas. Estou com 38 anos e as pessoas ainda lembram. Não foi fácil. O início foi cruel, mas me alimentei disso para me fortalecer”, declarou.

Maria Rita homenageou a mãe em 2012 com o espetáculo “Viva Elis”, uma série de shows em que interpretava canções do repertório de Elis Regina após 30 anos de sua morte. “Acabou sendo a volta dela de volta pra casa”, disse. E questionada por Gabi, afirmou que não tem mágoa da mãe: “Já perdoei há muito tempo. Não dá para julgar”.

Carta para Elis Regina

Na abertura do “TV Mulher”, Marília Gabriela leu uma carta dirigida para Elis Regina. Falou das conquistas das transformações após mais de trinta anos da participação dela no primeiro episódio do programa original, nos anos 80, e das conquistas das mulheres nesse período.

Emocionada, terminou o texto com uma mensagem sobre Maria Rita – que assistia do camarim, por uma televisão, ao depoimento da jornalista.

“Maria Rita, sua filha, cresceu, tem um tremendo talento, é bem sucedida, fez filhos lindos e vem aqui como você um dia veio. Eu me comovo só de pensar”, afirmou, com lágrimas nos olhos.

A cantora, que apareceu no programa de estreia do primeiro “TV Mulher”, levou a filha, Alice, para acompanhar a gravação no estúdio. A menina, de 3 anos, é fruto do relacionamento de Maria Rita com o músico Davi Moraes. À vontade na entrevista da mãe, disse para Gabi o que gostaria de ser quando crescer: “Eu vou ser pequena. A minha vó era pequena”.

 

Informações do UOL.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here