Tese defendida por RC ganha força e PSB suspende discussão sobre fusão com o PPS

    1

    O vice-governador de São Paulo, Márcio França (PSB), acaba de comunicar oficialmente ao comando nacional do PPS que seu partido decidiu adiar – sem data marcada – a fusão entre as duas legendas.

    A fusão PPS-PSB já tinha sido aprovada pelos diretórios nacionais dos dois partidos. Foi anunciada no final de abril pelo comando dos dois partidos, em solenidade em Brasília.

    Porém, a decisão da Câmara dos Deputados de manter a continuidade das coligações eleitorais enfraqueceu a posição de França dentro do partido.

    Márcio França tem dito que as negociações continuarão e que o adiamento não deverá ser por longo tempo. A interrupção nas negociações acaba fortalecendo os grupos contrários fusão, encabeçados pelos governadores de Pernambuco, Paulo Câmara, e da Paraíba, Ricardo Coutinho.

    No PPS a notícia foi recebida com pessimismo. A expectativa do partido comandado pelo deputado Roberto Freire (SP) é de que, se houver, a fusão agora só ocorrerá às vésperas das eleições de 2018.

    As informações são do blog Além da Notícia, do iG.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here