Terminal Pesqueiro de Cabedelo estará funcionando em três meses, diz senador

    0

    O senador Raimundo Lira (PMDB-PB), que esteve recentemente com o Ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho, discutindo a implantação de um Porto Pesqueiro no Porto de Cabedelo, recebeu a confirmação do ministério de que a obra estará em funcionamento nos próximos três meses. Durante o encontro, o Ministro confirmou que fará uma visita ao Porto, nos próximos 30 dias, para verificar pessoalmente as obras de revitalização que estão sendo executadas em convênio com o Exército Brasileiro.

    Segundo Lira, o encontro com o ministro abriu uma agenda de investimentos no Porto de Cabedelo. “É um ministro jovem, dinâmico, com muita vontade de fazer”, disse Lira. “Há obras em andamento em Cabedelo, em parceria com o Exército, para aprimorar o porto como terminal de carga e descarga. A implantação do Porto Pesqueiro significa mais investimentos para Cabedelo”.

    A proposta é que o Porto Pesqueiro de Cabedelo seja uma estrutura que dê apoio às embarcações. “Vamos criar uma infraestrutura de apoio, com estaleiro, local para abastecimento e manutenção de embarcações, repouso dos marinheiros, dentre outras funções”, afirmou o senador. Ele lembrou que o polo pesqueiro de Cabedelo, inaugurado em 2010, nunca funcionou na sua plenitude.

    Lira propõe a recuperação das instalações atuais para o pleno funcionamento. Ele lembrou que, de 2010 a 2013, o Terminal Pesqueiro Público da Paraíba – TPP-PB deixou de faturar cerca de R$ 150 milhões, segundo o engenheiro de pesca da Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa), Celso Carlos Fernandes Duarte, considerando a capacidade de armazenamento do local de cerca de 4,8 mil toneladas de pescado/ano.

    Inaugurado em 2010, o terminal, com 10 mil metros quadrados, recebeu mais de R$ 11 milhões em investimentos, numa parceria entre a União e o Governo do Estado, de acordo com dados da superintendência. Com a capacidade para armazenar até 800 toneladas de pescado, o TPP tem potencial para inserir a Paraíba no quadro econômico da pesca oceânica no Nordeste.

    O cálculo de Celso Duarte prevê que esse montante seria renovado a cada dois meses – ou seja, ele teria seis abastecimentos anuais. Considerando o preço médio do peixe em R$ 10, o Terminal Pesqueiro deixa de faturar R$ 48 milhões em 12 meses. Em três anos, esta cifra poderia chegar a R$ 144 milhões.

    A área construída do TPP-PB é de 3,6 mil m2, com ancoradouros, cais de acostagem, galpão industrial e câmaras frigoríficas, além de instalações do setor administrativo, apoio e subestação de energia. Entre as principais atividades desenvolvidas no local estão recepção, pesagem e armazenamento do pescado e de iscas.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here