Tem aparelho no Trauminha que não funciona por falta de tomada, diz vereador

0

O vereador Renato Martins (PSB), durante a sessão na Câmara de João Pessoa (CMJP), fez um aparte à fala do vereador Bruno Farias (PPS), que leu, na íntegra, a reportagem do Paraíba Já, acerca do relatório do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) apontando falhas no Ortotrauma de Mangabeira, o Trauminha.

Renato ressaltou a legitimidade do relatório e explicou todo o caminho feito por ele até que fosse publicizado na imprensa.

“Gostaria de antes de qualquer coisa, entrar no caráter da legitimidade do relatório. Os vereadores da situação tem a mania de desqualificar relatórios consistentes, técnicos e pujantes feitos pelos organismos de controle do nosso país, do nosso estado e da nossa cidade. Trata-se de um relatório do CRM, que foi enviado ao Ministério Público, que o portal Paraíba Já, de maneira exclusiva e aguerrida, porque o CRM não publicizou esse relatório, esse relatório foi entregue ao Ministério Público de maneira direta, e no Ministério Público aí sim o relatório passou a ser publicizado. De maneira que é um relatório inequívoco, feito por médicos, por diversas especialidades, e que discorre sobre tudo aquilo que o vereador Bruno Farias narrou”, disse.

O parlamentar fez questão de ressaltar ainda, um dado citado no relatório acerca dos aparelhos de cardioversor. “Poderia ainda, para ilustrar, dentre os problemas que vossa excelência apresentou, porque aí não é problema de crise nacional, de repasse de verba veiculada da saúde, não é problema de superlotação, é só problema de gestão. Existe um aparelho chamado cardioversor, esse aparelho normaliza o ritmo cardíaco, esse aparelho não funciona por falta de uma tomada, e isso é problema de gestão sim. Não é problema da natureza cosmológica da crise mundial que interfere no repasse da saúde”, relembrou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here