Tárcio defende crescimento econômico sem degradação do meio ambiente

    0

    O modelo atual de produção não é correto. É preciso corrigir muitas coisas. A avaliação é do candidato a governador pelo PSOL, Tárcio Teixeira. Ele defende que o desenvolvimento econômico da Paraíba deve acontecer mas com respeito ao meio ambiente e preservando o fortalecimento da agricultura familiar, por exemplo.

    Tárcio afirma que hoje as fábricas de cimento e o setor de mineração no Estado estão causando degradação ambiental. O modelo atual é beneficiado com isenção de impostos, uma forma de atrair investimentos privados, porém, aliado “à falta de fiscalização por parte dos órgãos de proteção dos recursos naturais, no caso do Estado, a Sudema, e isto não está certo”.

    De acordo com o candidato falta maior atenção aos agricultores familiares. Em viagem a Sousa Tárcio constatou que no projeto de irrigação das Várzeas de Sousa os pequenos agricultores não têm água o suficiente para irrigar suas plantações. Já os lotes das grandes empresas estão tendo mais acesso a água para irrigar muitos hectares. Tárcio avalia que o crescimento da economia passa também por uma atenção especial ao turismo local e regional para que as comunidades tenham maior circulação de dinheiro.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]