STF determina o bloqueio de R$ 9 milhões das contas de Eduardo Cunha na Suíça

    0

    O ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki aceitou o pedido apresentado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para que os valores encontrados em contas associadas ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha, sejam sequestrados.

    O bloqueios dos valores, que chegam a R$ 9 milhões, tem como objetivo garantir que o montante seja ressarcido aos cofres públicos em caso de eventual condenação de Eduardo Cunha. O dinheiro foi encontrado em duas contas na Suíça que teriam como beneficiários o peemedebista e sua mulher, Cláudia Cordeiro Cruz.

    A PGR acredita que esse dinheiro é fruto do recebimento de vantagens indevidas relacionadas a contratos da Petrobras para a aquisição de navios-sonda, conforme depoimentos do delator da Lava Jato Júlio Camargo, ex-executivo da Toyo Setal.

    A decisão do ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no Supremo, autoriza ainda a PGR a investigar se Cunha e sua família cometeram o crime de evasão de divisas, caracterizado pelo envio ilegal de dinheiro ao exterior sem declaração à Receita Federal. As investigações devem ser feitas com a cooperação das autoridades da Suíça.

    O presidente da Câmara dos Deputados, alvo de um processo da Comissão de Ética da Casa, já negou por diversas vezes que tenha recebido vantagens do esquema de corrupção na Petrobras. Ele também nega possuir contas fora do país e chegou a declarar.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: redacao@paraibaja.com.br

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here