Socialista avalia ações da prefeita do Conde: “falta maturidade na gestão”

0

“Falta de prática de gestão”. É assim que a pré-candidata a prefeita do município do Conde, Márcia Lucena (PSB), avalia as últimas atitudes da prefeita Tatiana Correia (PTdoB).

Os universitários do Conde hoje sofrem com algumas ações tomadas pela prefeita. Isso porque, a gestora reduziu o itinerário dos ônibus que transportavam  os estudantes até a Capital. Algo que foi resolvido após conversa entre a prefeita e estudantes.

“Primeiro eu acho que a prefeita fez muito bem em retomar a rota e deixar a rota antiga, já que para os estudantes isso é muito importante, e para o Conde também. O Conde precisa ter seus jovens concluindo o curso universitário e precisam desse apoio da Prefeitura com relação ao transporte, eu acho que isso é fundamental. Mas a metodologia é que mostra a falta de prática de trabalhar com o diálogo, de fazer uma gestão com a participação da população, especialmente da juventude, então isso mostra a falta de prática”, disse.

A pré-candidata ressaltou a necessidade de mudança. “Manter um canal de diálogo o tempo todo ativo evitaria esse postura e esse desgaste. Por isso que a gente, do PSB, vai estar fazendo a primeira plenária que está dentro do projeto Fala Conde, e a primeira vai ser realizada com a juventude, para a gente habituar o Conde a esse tipo de exercício. Eu acho que como a Prefeitura ainda não tem essa prática, comete equívocos como esse”, explicou.

“Uma gestão sem diálogo é própria dos tempos, o diálogo é uma conquista. Não é só essa gestão atual, mas foi habituado historicamente que não existe esse costume de conversar. Ela interrompeu o processo e colocou os avisos de que a rota iria mudar. Tudo bem ela tomar uma decisão, mas o que mostra uma falta de prática numa política inovadora é ela não querer conversar. Eu acho que é a falta de experiência em gestão pública. É uma gestão que não tem como elemento uma participação cidadã”, revelou.

Márcia salienta que tem acompanhado a receita do município e aponta defeitos. “Eu tenho acompanhado a receita do município, e de fato a receita caiu muito. Se gastou 1 milhão e 400 mil numa festa de Carnaval que ninguém viu, então R$ 6 mil reais não é nada. Você vê o que João Pessoa gastou com o carnaval e vê o que a Prefeitura do Conde gastou. Pelo volume de verba, o Carnaval do Conde deveria ter chamado a atenção de todo o Brasil, deveria ter sido impactante. Isso não justifica. Ela poderia estar fazendo esse ajuste em outras coisas. Você vai ter que gastar com o transporte dos estudantes X, você deve deixar isso reservado”, constatou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: redacao@paraibaja.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here