Socialista acusa gestão de Cartaxo de extorquir empresários para conceder alvarás

3

A pré-candidata do PSB à Prefeitura de João Pessoa, Cida Ramos, revelou, na noite de segunda-feira (9), que empresários da construção civil estão sendo forçados a pagar “taxas não republicanas” ao Município. Foi a segunda que a socialista abordou a suposta extorsão praticada pela gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PSD). Na semana passada, ela mencionou o tema durante coletiva de imprensa na Associação Paraibana de Imprensa (API).

“Essa é uma discursão que alguns setores do ramo empresarial, mais ligados à construção civil, têm colocado com muita veemência. São taxas, e aí não sou eu que digo, é a construção civil, são os empresários, inclusive, que têm colocado com muita força o pagamento de taxas exorbitantes para a concessão de alvarás. Isso aí é algo que precisa ser apurado”, disse Cida nesta noite ao ser questionada durante entrevista à TV Master.

“Eu devo dizer que vou recuperar critérios republicanos que foram instalados à época de Ricardo (Coutinho) na Prefeitura (de João Pessoa). Nós vamos criar regras claras, regras republicanas que o empresário ou qualquer cidadão que chegar lá para tirar o seu alvará, saiba exatamente o que precisa, para que desvios não sejam praticados e para que a transparência pública realmente seja efetivada”, acrescentou a pré-candidata socialista.

A cobrança de propina na prefeitura foi denunciada, segundo Cida, por empresários da construção civil durante reuniões. “Estou repassando o que eu ouvi em várias reuniões que tive. Vamos fazer uma grande discussão disso. Eles (os empresários), inclusive, vão poder contribuir com a elaboração dessas regras, pois foi assim que eles me pediram. Eu escutei com muita preocupação e assumo o compromisso de construir regras claras”, enfatizou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: redacao@paraibaja.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here