SMS institui comitê para ampliar as estratégias de combate ao Aedes Aegypti

    1

    Para qualificar o fluxo das estratégias que vêm sendo traçadas no combate ao Aedes Aegypti no município de João Pessoa, a Secretaria Municipal de Saúde, instituiu o Comitê Operacional de Emergência e Saúde Pública, onde serão planejadas e coordenadas de forma integrada todas as ações de enfretamento ao mosquito transmissor de doenças como dengue, chikungunya e zika vírus, bem como análise da situação epidemiológica dos casos e ordenamento da rede assistencial.

    “Esse é um momento crítico e as ações não podem ser feitas de forma isolada. Para este espaço convidamos outras secretarias e serviços da Prefeitura de João Pessoa, representantes de outras instituições, como Exército e da Polícia Militar”, destacou Aleuda Cardoso, secretária de Saúde do município.

    “Estamos trabalhando de forma contínua e dinâmica, mas precisamos trabalhar de forma integrada e agregadora. Nesse momento é importante a contribuição de todos, especialmente da população”, completou.

    O comitê conta com uma ‘Sala de Situação’, situada na sede da Secretaria Municipal de Saúde, onde serão traçados principais estratégias de políticas públicas de promoção, prevenção, diagnóstico e assistência para o controle do mosquito Aedes aegypti e investigação de casos notificados para microcefalia na capital.

    De acordo com capitão Jamerson Abílio de Sousa, representante da Polícia Militar, os policiais irão fazer monitoramento juntamente com a equipe da defesa civil, do exercito e realização de visitas nos locais que existam notificação de vetores. “Vamos atuar também de forma preventiva, com a realização de palestras e com a utilização dos drones para auxiliar a identificação de locais de difícil acesso. É um momento importante para unirmos as forças e juntos ganhar essa batalha”, destacou.

    O grupo é composto por subcomissões dos setores de Vigilância em Saúde, Assessoria Jurídica, Assistência Básica, especializada e Hospitalar, Diretoria de Regulação e Rede Laboratorial e Diretoria Financeira e Administrativa.

    Há também a articulação interinstitucional onde participam Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de João Pessoa (Comdec), Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP), Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), Autarquia Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e órgãos do Governo do Estado e do Governo Federal.

    CIEVS – A SMS dispõe do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância, instituído pela Prefeitura Municipal de João Pessoa que atua na Identificação de Emergência em Saúde e elaboração de Planos de Resposta, direcionado para situações de epidemias e desastres que demandem de forma emergencial medidas preventivas, de controle e de contenção de danos à saúde pública, em tempo oportuno, de forma qualificada e cooperativa.

    “A elaboração e a resposta às emergências reduzem os impactos na saúde pública e dinamiza as atividades integradas de forma intersetorial e institucional nos diversos campos de gestão do Sistema Único de Saúde, e dessa forma podemos otimizar as ações e o tempo e resposta às situações mais críticas”, destacou Daniel de Araújo Batista, gerente de Vigilância Epidemiológica.

    Decreto – No dia 18 de dezembro, o prefeito Luciano Cartaxo decretou estado de emergência na saúde pela proliferação do Aedes aegypti. O ato tem como objetivo ampliar as ações do município na prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, chikungunya e zika, esta última relacionada também ao crescente número de casos de microcefalia em recém-nascidos pelo país.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here