Shiko lança ‘Talvez Seja Mentira’, obra singular em formato e narrativa

    0

    A partir dos anos 1950, para rezar conforme o conservadorismo da época, as histórias em quadrinhos pornográficas eram comercializadas clandestinamente em um formato que lembrava os catecismos, livretos de bolso da doutrinação elementar católica. Impressos em papel barato, esses trabalhos eróticos eram passados de mão em mão pelos ávidos jovens nos proibitivos ‘Anos de Chumbo’ da Ditadura Militar entre os anos 1960 e 70.

    O sucesso tinha um nome: o funcionário público carioca Alcides Aguiar Caminha (1921-1992), que produzia o conteúdo sob o pseudônimo de Carlos Zéfiro. Com essa inspiração inconsciente, o quadrinista Shiko está lançando Talvez Seja Mentira (R$ 25,00), álbum independente que apresenta um formato diferente além das suas dimensões.

    Medindo 10 cm x 15 cm, a obra é dobrada em ‘sanfona’ entre duas capas duras nos seus extremos. Quando esticada, a única página mede um metro de largura, apresentando uma panorâmica história em quadrinhos de um lado e outra narrativa do outro. Ambas em preto e branco. Partindo de um roteiro em conjunto com seu irmão, o jornalista Bruno R., Shiko confessa que o conteúdo que remete aos ‘catecismos’ foi feito organicamente. “Não foi planejado. Quando vi, já tava nesse formato. No processo, notei que alguns diálogos têm a referência do ‘catecismo’”, conta.

    O quadrinista paraibano explica que uma história mostra um homem descobrindo que a ex-namorada o traía documentando com ilustrações em forma de HQs as experiências sexuais com vários amantes, como uma espécie de Kama Sutra particular. No outro lado, a narrativa acompanha um rapaz que teve uma experiência com a mesma garota-artista.

    Talvez Seja Mentira será lançado oficialmente na 2ª edição da Convenção Internacional de Quadrinhos de Curitiba, a GibiCon, que será realizada entre os dias 4 e 7 de setembro, no Museu Municipal de Arte (MuMa) da capital do estado do Paraná. “A conta da gráfica ainda tá lá”, conta Shiko, aos sorrisos.

    Colaboração Jornal da Paraíba

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]