Sexóloga Laura Muller faz palestra para os atletas dos Jogos Escolares

    0

    Famosa entre o grande público graças às suas participações semanais no Programa Altas Horas, da TV Globo, e fenômeno entre os adolescentes de todo o Brasil, a comunicadora social, psicóloga clínica e sexóloga Laura Muller visitou, no início da noite de sábado, dia 8, o Centro de Convivência dos Jogos Escolares da Juventude, instalado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) no Centro de Convenções de João Pessoa.

    Em um bate papo bastante animado, com mais de uma hora de duração e lotado por cerca de 500 pessoas, os jovens atletas de 15 a 17 anos aproveitaram a presença da sexóloga para tirarem todas as suas dúvidas referentes ao sexo. “Costumo falar para jovens do Brasil inteiro. O diferencial aqui nos Jogos é que todos são atletas, o que para mim é uma novidade. O jovem brasileiro, seja de qual área for, está vivendo a fase de iniciação sexual. Por isso, acredito que venham perguntas bem divertidas, no estilo das que acontecem no Altas Horas”, dizia Laura antes do início da palestra.

    E suas previsões se confirmaram. Entre muitas perguntas inteligentes e interessantes, é não faltaram momentos engraçados e de muita descontração. No meio disso, uma conversa séria sobre um assunto de vital importância para a formação dos jovens brasileiros, e que, por muitas vezes, ainda é considerado tabu dentro de casa. “Todos nós nascemos tendo uma sexualidade. Se entendermos que ela faz parte do nosso desenvolvimento, e que essa fase da adolescência é justamente a fase da iniciação sexual (segundo dados do Ministério da Saúde e da Educação, a idade média de iniciação sexual do brasileiro é entre 15 e 17 anos). E, nessa fase, quanto mais os jovens se informam sobre sexualidade mais saudavelmente, prazerosamente e responsavelmente eles irão conseguir viver. E isso tem tudo a ver com a saúde e com a atividade física”, falou Laura.

    O lutador de judô Bruno Barreto, de 15 anos, representante do Rio Grande do Norte, foi um dos muitos adolescentes que criaram coragem e pegaram o microfone para tirar alguma dúvida com a sexóloga. “Sexo é um assunto que ainda tem muito tabu. Todo mundo faz, mas ninguém quer falar a respeito. Por isso, existem muitas dúvidas que o pessoal ainda tem, mas todos ficam com vergonha de falar e tirar essas dúvidas. Me senti muito à vontade, ela ajuda as pessoas a tirarem suas dúvidas e as deixa tranquilas para fazerem isso”, disse Bruno, que não teve vergonha de perguntar sobre sexo no microfone na frente de mais de 500 pessoas, mas ficou tímido e nervoso na hora da entrevista.

    Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil, correalizados pelo Ministério do Esporte e Organizações Globo, com apoio do Governo do Estado da Paraíba, da Prefeitura de João Pessoa e patrocínio máster da Coca-Cola.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here