Servidores públicos de Patos podem decidir por greve em assembleia geral

    0

    O presidente em exercício do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região (SINFEMP), José Gonçalves, disse, na manhã desta sexta-feira, que as assembleias que serão realizadas nos dias 25, 26 e 27 de março podem indicar a paralisação dos servidores públicos municipais.

    De acordo com José, a prefeita Francisca Motta (PMDB) teria colocado dificuldades em conceder a revisão e isonomia salarial, acordado com a entidade em 2014, sinalizando avanços em outros pontos de pauta, a exemplo da construção do conjunto habitacional, precatórios, insalubridade e o novo estatuto do servidor público, não atendendo o principal que é a revisão salarial para todos os servidores municipais.

    Em audiência, a prefeita teria dito ainda que não poderá conceder aumento salarial neste momento, o que desagradou os sindicalistas, que criaram uma comissão para analisar todas as folhas de pagamento e ver a possibilidade da revisão salarial. O prazo irá até o dia 30 deste mês.

    No dia 15 de abril haverá assembleia geral na Associação Comercial de Patos, às 08h da manhã, encontro que poderá decidir por greve por tempo indeterminado no Município, caso as reivindicações não sejam atendidas. Para Gonçalves, o sindicato e os servidores devem se manter mobilizados, unidos, para conquistar a principal reivindicação, que passa pela revisão e isonomia salarial.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here