Serviços de saúde da PB funcionam normalmente no dia das eleições

    0

    No próximo domingo (5), dia das eleições, os serviços essenciais de saúde em todo Estado, a exemplo de hospitais, maternidades, Banco de Leite, Hemocentro e Central de Transplante, funcionarão normalmente, como sempre ocorre nos finais de semana, feriados e datas especiais.

    Na Central de Transplante, uma pessoa na informática e outra na secretaria trabalharão no regime de plantão de 24 horas, recebendo, por telefone, as notificações sobre transplante de órgãos feitos por profissionais de saúde, serviços e também pela Central Nacional de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos (CNNCDO). Ao aparecer um possível doador e que não tenha sido possível a doação no Estado de origem, isso é colocado no sistema, que se encarrega de indicar o Estado onde há alguém há mais tempo na fila de espera. Os telefones da Central são: 3225-6409/3244-6192 e 8845-3516.

    Além da Central, tem os outros serviços que também funcionarão 24 horas, dentro das instituições, como a Organização de Procura de Órgãos (OPA), que fica dentro do Hospital de Emergência e Trauma, de João Pessoa, telefone 3216-5746; o Núcleo de Captação, no Hospital de Trauma de Campina Grande, telefone 3339-8578; e nos Hospitais Regionais de Patos e Guarabira, cujos contatos são: 3421-2235 ramal – 247 e 9180-8088, de Patos e 3271-4933/9625-4323, de Guarabira.

    O Hemocentro funciona em regime de plantão 24 horas somente a equipe que trabalha com a liberação das bolsas de sangue para as unidades que solicitarem. Quanto ao atendimento ao público para a doação, o serviço Funciona de segunda a sábado, em horários diferentes, fechando no domingo. Nas segundas, terças, quintas e sextas-feiras, o atendimento é feito das 7h às 18 h; nas quartas-feiras, das 7h às 21h, e aos sábados, das 7h às 17h. Mais informações pelo telefone 3218-7698.

    O Banco de Leite Humano Anita Cabral, anexo à Maternidade Frei Damião, em Cruz das Armas, na capital, funciona de 2ª a 6ª. E por isso mesmo os hospitais e maternidades já pegam na sexta-feira a demanda necessária para o final de semana. Já nos postos de coleta que funcionam dentro dos hospitais e maternidades, por todo Estado, o plantão é de 24 horas, com demanda livre.

    Na sede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), uma equipe do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) fica de plantão 24 horas e pode ser contactada pelo número 8828-2522, fazendo as notificações de doenças imediatas (febre chikungunya; sarampo; casos graves e óbitos de dengue, etc).

    Em caso de notificações, é acionada a área técnica da SES responsável pela investigação dos casos. Uma equipe do Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen) fica de sobreaviso e, caso haja necessidade, é acionada para realizar os exames solicitados e ainda tem o Serviço de Verificação de Óbito (SVO), que funciona 24 horas.

    “A partir da comunicação das doenças de notificação obrigatória imediatas, decide-se o planejamento das ações para execução e avaliação das medidas de controle”, explicou a gerente executiva de Vigilância em Saúde, da SES, Renata Nóbrega.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]