Serviço Social do Trauma-JP atende mais de 341 mil pessoas em 2014

    0

    O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, por meio do Serviço Social, atendeu 341.325 pessoas entre os meses de janeiro a dezembro de 2014. Só no Hospital de Trauma foram atendidas 273.991, já o Hospital de Traumatologia e Ortopedia da Paraíba (Htop) registrou 67.334 atendimentos.

    Segundo a coordenadora do setor, a assistente social Neuma Ribeiro, o Serviço Social do Trauma e do Htop trabalha sempre em prol de humanizar os atendimentos realizados nas duas instituições. “Foi um ano muito movimentado, principalmente no setor de Assistência Social. Nossa equipe identificou um número crescente nos atendimentos. Mas também foi um ano de muitas conquistas, tais como, o certificado da Acreditação e cursos de capacitação que enriqueceram nossos currículos profissionais”, disse Neuma Ribeiro.

    Em 2014, o que chamou a atenção do Serviço Social foi o aumento da entrada de pacientes não identificados. Houve casos em que pessoas passaram meses sem identificação, mesmo com a parceria da imprensa e da rede de assistência. “Os pacientes que ficam meses sem identificação sempre são levadas a abrigos, já os que vêm a óbito são encaminhadas ao Departamento de Medicina Legal de João Pessoa”, complementou.

    Atualmente, trabalham 35 assistentes sociais em regime de 24 horas no Hospital de Trauma de João Pessoa e Htop. Na rotina da unidade de saúde, as atribuições das assistentes sociais vão desde esclarecer e orientar os pacientes sobre seus direitos e prestar informações administrativas, passando por encaminhá-los para realização de exames externos, solicitar ambulância e transferência hospitalar, até dar apoio e acolhimento aos familiares. “O foco é sempre o bem-estar do outro”, destacou a assistente social Rejane Rodrigues.

    Para os familiares da paciente Maria Alves da Silva, de 75 anos, o setor do Serviço Social foi essencial durante a chegada de sua irmã ao hospital. “Quero agradecer a equipe de assistentes socais do hospital que acolheu muito bem a minha irmã e nos deu total apoio”, completou Iracema Bezerra Alves, irmã da idosa.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here