Sertão da Paraíba terá serviço para tratamento de câncer de alta complexidade

0
123

 

Até o final do ano, o Centro Oncológico de Patos deverá ser transformado em Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon). Nessa terça-feira (13), a técnica do Ministério da Saúde, responsável pelas habilitações, Carla Toledo, esteve na cidade de Patos, conhecendo a estrutura do Centro Oncológico para habilitá-lo. Com o credenciamento, o Estado passa a contar com o recurso do SUS para o funcionamento da unidade. Outro serviço que está entrando no processo de habilitação do Unacon é o Centro de Diagnóstico de Câncer, em João Pessoa.

 

Nesta quarta-feira (14), as secretárias de Estado da Saúde, Claudia Veras e Maura Sobreira (executiva), receberam Carla Toledo na sede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em João Pessoa. Na ocasião, a técnica do MS disse que “a estrutura da unidade de Patos está muito boa e serão necessárias somente pequenas adequações“. Ela prometeu retornar ainda este ano, já que está visitando todas as 299 unidades habilitadas na Unacon, em todo país.

 

“Este serviço será de muita importância porque vai beneficiar a população das 3ª (Patos) e 4ª (Sousa) Macrorregionais de Saúde, com atendimento e assistência às pessoas com câncer de mama, próstata, útero e pele”, disse Claudia Veras.

 

A expectativa de atendimento é de oito mil procedimentos/ano (atendimento laboratorial, quimioterapia e cirurgias). A unidade terá áreas para diagnóstico por imagens, quimioterapia, cirurgia oncológica e leitos de retaguarda denominados paleativos.

 

Para ser habilitada na Unacon, a unidade precisa possuir todas as condições técnicas, instalações físicas, equipamentos e recursos humanos adequados à prestação de assistência especializada de alta complexidade para o diagnóstico definitivo e tratamento dos cânceres.

 

À tarde, Carla Toledo visitou  o Centro de Diagnóstico de Câncer (CEDC), que fica em João Pessoa ,e que também entrará no processo de habilitação do Unacon.  Em agosto de 2016, o Governo do Estado inaugurou, no CEDC, o Serviço de Diagnóstico Mamário da Paraíba. Para o serviço foi adquirido um mamógrafo totalmente digital, de alta tecnologia e definição da imagem mamográfica – o único deste tipo na Rede de Assistência da Paraíba.

 

A paciente pode realizar o procedimento necessário para o diagnóstico precoce do câncer de mama e encaminhar para o Laboratório de Patologia/Citopatologia, também no CEDC o material para ser analisado.

 

O mamógrafo foi adquirido por meio de recursos oriundos de convênio com o Governo Federal (R$ 975.000,00) e para a adequação dos espaços do CEDC foram investidos R$100.00,00 – recursos estaduais.

Entre os serviços oferecidos pelo CEDC, para todo o estado, os principais são: análise de biópsias; exames citopatológicos, para detecção do câncer de colo de útero e biópsias percutâneas (através da pele) por ultrassonografia.

Referência

Caso o usuário seja diagnosticado com câncer, o CEDC o encaminha ao serviço de referência no Estado, que é o Hospital Napoleão Laureano. Enquanto isso, os que apresentam lesões benignas são acompanhados pelos médicos do próprio Centro Especializado, durante um período de dois a cinco anos.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here