Senador petista bate boca com Cássio e ironiza: “precisa de um neurologista”

0

O senador Humberto Costa (PT) rebateu Cássio Cunha Lima (PSDB) em resposta ao pronunciamento do tucano em defesa do Impeachment da presidente Dilma Rousseff. O senador paraibano fez discurso conclamando os brasileiros a ficaram atentos e a apoiarem o impedimento da chefe do Executivo nacional, pois ela teria cometido crime de responsabilidade e o Supremo Tribunal Federal (STF) teria referendado a possibilidade de impeachment nesses casos.

Humberto contra-argumentou lembrando que o Supremo Tribunal Federal não se manifestou em momento nenhum sobre o mérito dos argumentos acerca da existência ou não de crime de responsabilidade da presidência da República.

“O que os ministros do STF tem dito – e é uma coisa óbvia – é que o mecanismo do impeachment está previsto na Constituição brasileira. Agora, a legitimidade do impeachment, a legalidade do impeachment, depende exatamente de que o governante tenha cometido crime de responsabilidade. E isso, até o presente momento, apesar de todo o malabarismo verbal da oposição, isso não se comprovou. E é um tema absolutamente polêmico se isso (as chamadas pedaladas fiscais) representa ou não crime de responsabilidade – e certamente que não representa”, enfatizou Humberto Costa. “É importante nós dizermos que nós consideramos um golpe (o impeachment da presidente Dilma)”, completou.

Ele também criticou a fala de Cássio que dizia que quem põe a bandeira do Brasil na janela da sua casa ou sai às ruas com ela seria, necessariamente, um defensor do impeachment. “Engano! Os que defendem efetivamente o Brasil são os que querem a manutenção da normalidade democrática, os que querem o cumprimento estrito da Constituição – e esses colocam também a bandeira do Brasil na frente das suas casas, vão para as ruas com a bandeira do Brasil”, rechaçou o senador petista.

Neurologista

O momento mais tenso do embate entre os dois senadores, foi quando Humberto Costa, que é médico psiquiatra, ironizou Cássio sugerindo que este precisava de ajuda médica para cuidar da memória, que estaria muito curta e seletiva em relação as ações dos governos do PSDB. “Lamento dizer, mas Vossa Excelência precisa urgentemente consultar um neurologista para que faça uma a avaliação de como anda a sua (memória)… “Vossa excelência é médico?”, interveio Cássio ao que respondeu Humberto: “Sim, sou”. Cássio treplicou dizendo que se consultaria com qualquer outro médico menos com o senador pernambucano.

“Vossa excelência está sendo deselegante, eu estou fazendo uma brincadeira e vossa excelência está sendo deselegante. Não tem vossa excelência condição de julgar minha capacidade profissional”, se defendeu Humberto.

“Eu queria dizer que vossa excelência está esquecendo que quem sai do Brasil para falar mal, lá fora, do nosso país é Fernando Henrique Cardoso, é o presidente do seu partido (Aécio Neves), são ex-integrantes do governo passado (do PSDB). Vão lá pra Nova York, Wall Streat pra dizer pra não investirem no Brasil porque não tem segurança para isso. Então, por isso eu sugeri, brincando, que vossa excelência procure um neurologista e eu refaço (a sugestão) brincando também, pra que vossa excelência recupere a memória disso”, justificou o senador pernambucano.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here