Secretário de Romero acumula cargos públicos e abocanha mais de R$ 36 mil

2

O secretário de Obras da Prefeitura de Campina Grande, da gestão de Romero Rodrigues (PSDB), André Agra Gomes de Lira, anda desafiando o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e acumula dois cargos públicos.

Além de auxiliar do prefeito Romero Rodrigues, André é auditor de contas públicas no próprio TCE.

Na PMCG, André recebe R$ 14.933, enquanto que no TCE o montante é de R$ 21.861.

Secretário de Romero acumula cargos públicos e abocanha mais de R$ 36 mil

Secretário de Romero acumula cargos públicos e abocanha mais de R$ 36 mil

Folha de pagamento 

A Prefeitura de Campina Grande, em menos de três meses, realizou mais 1.800 contratos de prestadores de serviço. Os números são encontrados no Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres), do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), mostram isso.
Em janeiro a prefeitura tinha contratado na folha 1.094 prestadores, em março esse número subiu para 2.955. Ao todo 1.861 funcionários foram contratados a mais, uma elevação de quase 80%.

Secretário de Romero acumula cargos públicos e abocanha mais de R$ 36 mil

Secretário de Romero acumula cargos públicos e abocanha mais de R$ 36 mil

Secretário de Romero acumula cargos públicos e abocanha mais de R$ 36 mil

Em Rio Tinto

A prefeitura de Rio Tinto, a partir da gestão do prefeito Fernando Naia (PSB), não vem poupando na contratação de servidores. Os números encontrados no Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres), do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), mostram isso.

A folha de contratados pelo prefeitura terminou o ano de 2016 com 836 funcionários. Já em março de 2017, o o número subiu para 1.139, o que revela um aumento de mais de 36%, em apenas três meses de gestão.

Já a folha de pagamento dos prestadores de serviços, teve um aumento bem mais considerável. Em dezembro do ano passado, eram gastos um pouco mais de R$ 97 mil, enquanto em março de 2017 o número pulou para R$ 258 mil.

De acordo com a ferramenta do TCE-PB, atualmente, os prestadores de serviço da Prefeitura de Rio Tinto estão custando 166,14% a mais para os cofres públicos do município.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here