Auxiliar de RC diz que se PMJP não iniciar obra de contenção da barreira, o Estado fará

1

O secretário de do Meio Ambiente, Infraestrutura e dos Recursos Hídricos do Estado, João Azevedo, revelou em entrevista na Rádio Arapuan, neste momento, que se a prefeitura de João Pessoa não revolver dar início ao projeto de proteção da barreira do Cabo Branco, na capital paraibana, o Governo assumirá a obra e irá intervir no processo e providenciar a realização do projeto.

Azevedo não informou sobre prazos, mas pontuou que já passou da hora do início das obras de contenção do mar, e consequente impacto na barreira, e que já existe um outro projeto pronto para ser colocado em prática, inclusive, muito mais prático e barato do que o proposto pela prefeitura.

Conforme informou, o projeto citado por ele estava sendo analisado ainda na gestão do então prefeito Luciano Agra, com um custo aproximado de R$ 12 milhões. Além de denunciar que o atual prefeito Luciano Cartaxo engavetou esse projeto, ele teria determinado estudos para outro projeto, com custo acima de R$ 70 milhões.

Na manhã desta segunda-feira (11), uma comissão do Meio Ambiente da Câmara Federal fez uma vistoria no local e continua reunida no Atlântico Cabo Branco Hotel, na praia do mesmo nome, para tentar uma ação emergencial e buscar soluções para o avanço do mar na barreira.

Somente no sábado (09), conforme vídeos postados nas redes sociais, houve queda de cerca de 50 metros da barreira do Cabo Branco, agravando ainda mais o problema e colocando em risco as pessoas que transitam pela área.

Informações do Turismo em Foco.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here