“Se nos negarmos a representar o povo, é melhor fechar as portas”, diz vereador de JP

0

Em audiência pública realizada na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), com a presença do secretário de saúde Adalberto Fulgêncio, o vereador Bruno Farias (PPS) criticou a situação dos serviços de saúde da Capital.

O vereador se queixou da atuação da Casa. “Passamos uma grande vergonha no ano passado. Foi preciso uma comissão da Câmara Federal vir aqui em João Pessoa no ano passado para poder debater a saúde do nosso município, porque nós nos negamos a discutir o assunto. Se nós nos negarmos a fazer o nosso papel que é representar o povo de João Pessoa, é melhor fechar as portas”, criticou.

Bruno Farias alfinetou e questionou ainda, o secretário Adalberto  Fulgêncio, que estava presente na audiência. “A precarização dos serviços de saúde é clara e inegável. Eu serei direto, objetivo e taxativo em minhas arduições ao secretário Adalberto Fulgêncio, e vamos deixar o blá blá blá de lado. Ninguém aguenta mais essa mesa permanente de embromação. Então, sem embromação, secretário, aqueles que recebem abaixo do salário mínimo, vão receber acima do salário mínimo, sim ou não? Os servidores que estão há três anos sem reajustes, terão reajustes em seus vencimentos, sim ou não? Haverá revisão de PCCR nos profissionais de saúde, sim ou não? Os agentes de saúde terão gratificação a que tem direito por lei, sim ou não?”, indagou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here