Saúde apresenta plano de ação e convida secretarias para o combate ao Aedes aegypti

    0

    Com intuito de garantir a assistência à população de forma cada vez mais integrada, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) convidou representantes de outras pastas da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) para apresentar o plano de ação e reafirmar o fortalecimento das ações interinstitucionais no que diz respeito ao manejo ambiental e controle do Aedes aegypti na Capital. A reunião aconteceu na tarde desta terça-feira (5), na sede da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

    “Nosso objetivo é apresentar aos representantes como estamos realizando o combate ao Aedes aegypti e como podemos operacionalizar ações em conjunto. É cada vez mais importante a participação de todos”, destacou a Secretária Municipal de Saúde, Aleuda Cardoso.

    Após a apresentação das notas informativas do Ministério da Saúde (MS) e do fluxo de assistência e das ações da SMS, os participantes conheceram o Comitê de Operações de Emergência em Saúde Pública, instituído recentemente.

    “Nosso índice de infestação do mosquito Aedes aegypti é muito baixo. Ainda assim, intensificamos o trabalho de combate. Em 2015, recolhemos mais de 110 mil pneus inservíveis e realizamos mais de 600 mil visitas domiciliares. Podemos intensificar ainda mais esse trabalho, utilizando a capacidade técnica de cada secretaria no combate ao mosquito”, enfatizou o diretor da Vigilância em Saúde, Silvio Ribeiro.

    Estiveram presentes representantes da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de João Pessoa (Comdec), Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP), Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Secretaria Executiva de Transparência Pública (Setransp), Procuradoria Geral do Município (Progem), Secretaria de Planejamento (Seplan) e Secretaria de Administração (Sead).

    Participação Popular – Para o gerente da Vigilância Ambiental, Nilton Guedes, a participação da população no combate ao mosquito Aedes aegypti é fundamental. “Em João Pessoa o maior número de focos são encontrados em descartáveis. É preciso que a população tenha consciência e faça o descarte adequado do lixo”, explicou.

    Ações simples podem manter o Aedes aegypti longe de João Pessoa:
    – Elimine sacos plásticos e pneus velhos que ficam expostos às chuvas.
    – Deixe garrafas vazias com a boca para baixo, evitando que acumulem água.
    – Mantenha recipientes como caixas d’água e piscina sempre fechados.
    – Preencha com areia a borda dos pratos utilizados no suporte das plantas.
    – Observe se a calha está acumulando água e se a chuva fica retida na laje.
    – Preserve materiais de construção em locais secos e cobertos.
    – Lave semanalmente, com água e sabão, potes e baldes utilizados para armazenar água.
    – Faça o mesmo com os bebedouros de animais, que devem ser limpos com escovas ao menos uma vez por semana.
    – O lixo deve ser mantido em sacos plásticos, bem fechados. Evite o descarte em ruas ou em terrenos baldios.
    – Sempre que possível, mobilize os seus vizinhos e alerte o poder público sobre possíveis focos da doença.

    Contato – A população pode ajudar com as ações de combate ao Aedes aegypti, denunciando possíveis focos do mosquito através dos telefones 0800-282-7959 ou 3214-5718.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here