Muito além do visual: saiba o que avaliar antes de comprar seu próximo notebook

    0

    No mercado, é possível encontrar notebooks para todos os gostos, grandes e pequenos, coloridos e discretos. A compra deve ir muito além do visual. Na hora de adquirir um novo eletrônico, é necessário deixar o impulso de lado e saber avaliar as especificações que são mais adequadas ao perfil do consumidor.

    A primeira coisa a se pensar antes de optar por uma máquina nova é o quanto deseja-se gastar. Eletrônicos em geral não são investimentos: uma vez fora da caixa, tendem a desvalorizar rapidamente e em poucos anos estão extremamente ultrapassados.

    Uma vez definido o valor máximo a desembolsar, o usuário pode passar para questões técnicas. De qualquer forma, especialistas garantem que nem sempre maior preço significa mais qualidade quando o assunto é notebook.

    Para fazer a escolha certa, independentemente do perfil de usuário, é fundamental que se leve em consideração a capacidade de três componentes de hardware: o processador, a memória RAM e o disco de armazenamento (os mais populares são HD e SSD). “São eles os responsáveis pela capacidade de processamento do software, garantia de atividades multitarefas e espaço para guardar arquivos, respectivamente”, explica Anderson Kanno, diretor de marketing da Acer.

    Dentro desse contexto, o consumidor deve considerar qual será o uso principal do notebook antes de escolher qual modelo levar. Para quem deseja o básico e recorrerá ao aparelho para usar programas de texto e navegar na internet, Kanno garante que processadores com 2 GHz são suficientes – além dos 4GB de RAM.

    Quanto ao tamanho do espaço de armazenamento, o padrão para usuários iniciantes é 500 GB. O valor, entretanto, varia de acordo com a quantidade de arquivos que o usuário deseja guardar (fotos e filmes tendem a ser mais pesados).

    “Quem procura uma experiência melhor em edição de conteúdo multimídia e imagens em alta resolução, por exemplo, recomenda-se uma máquina com CPU, memórias RAM e de armazenamento mais potentes, além de placa vídeo dedicada”, diz Hilton Mendes, diretor de produto e 4Ps da Lenovo.

    Para garantir melhor desempenho, nesses casos, os processadores indicados são os com entre 2.9 e 3.1 GHz. Quando à memória RAM, o ideal é partir para máquinas com no mínimo 6 GB. O espaço de armazenamento segue a mesma lógica dos computadores mais modestos: depende de quanto e do que o usuário deseja guardar em seu notebook.

    Subjetividade

    Recursos físicos também devem ser levados em conta antes de optar por uma máquina. “O tamanho da tela pode tornar menos ou mais confortável grandes jornadas de trabalho, enquanto um teclado numérico deve aumentar a produtividade para quem trabalha com algarismos e tabelas, por exemplo”, destaca Kanno.

    Outras características importantes são peso e tamanho, principalmente para usuários que transportarão o notebook de um local para outro. Entretanto, essa é uma questão tão subjetiva e pessoal que recomenda-se ao usuário manusear o aparelho antes de efetivar a compra. As informações são do Uol.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here