Ricardo volta a desmentir dados divulgados por Cássio sobre educação na Paraíba

    0

    O governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato à reeleição pela coligação ‘A Força do Trabalho, voltou a desmentir o candidato do PSDB ao Governo do Estado. Durante entrevista concedida à TV Arapuan, na tarde desta terça-feira (12), o socialista rebateu a informação propagada pelo tucano de que teria fechado mais de 300 escolas.
    Ricardo disse que, ao contrário das acusações feitas por seu opositor, promoveu o reordenamento estabelecido pelo Plano Estadual de Educação, votado em 2006, e em concordância com a Lei de Diretrizes e Bases (LDB). “Ele preferiu a demagogia de manter as escolas como estavam, transformando a educação em um cabide de emprego, sem se preocupar com a qualidade do ensino oferecido aos filhos dos paraibanos”, revelou.

    O candidato da ‘Força do Trabalho’ lembrou que a herança deixada por Cássio incluía, por exemplo, uma escola em Barra de Santana com quadro de funcionários completo, mas paralisada há dois anos, ou outra, em Algodão de Jandaíra, com uma sala de aula e que funcionava na garagem de uma casa. “Em Brejo do Cruz, havia uma escola que só tinha um aluno matriculado, e esse aluno era o marido da diretora”, observou Ricardo.

    Ricardo ressaltou que seu governo fortaleceu a parceria com os municípios, como prevê a LDB, deixando o Ensino Fundamental I como responsabilidade das prefeituras, mesmo perdendo os recursos do Fundo Nacional da Educação Básica (Fundeb). “Tínhamos 350 escolas de Ensino Médio, e hoje contamos com 386. Ampliamos o número de vagas nas escolas para 131 mil e hoje não há um jovem que queira estudar fora da escola, porque há vagas para todos”, finalizou Ricardo.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here