Ricardo não comparece a reunião dos governadores com Dilma para debater CPMF

    0

    O encontro entre governadores em Brasília com a presidente Dilma Rousseff (PT) para discutir a proposta do governo de retorno da CPMF, deveria contar com a presença de todos os partidos, não teve adesão de representantes de toda a base aliada. A reunião que ocorreu nesta última quarta-feira (16) na Câmara dos Deputados, não teve a participação dos governadores do PSB incluindo, o paraibano Ricardo Coutinho (PSB). A bancada federal paraibana, em sua maioria, é contra a volta da CPMF.

    O Partido Socialista Brasileiro informou que seus três governadores, Paulo Câmara (Pernambuco), Ricardo Coutinho (Paraíba) e Rodrigo Rollemberg (Distrito Federal), não estariam no encontro. O PSB explicou em nota que, antes de qualquer decisão sobre o pacote fiscal do governo federal, os governadores vão analisar as medidas, com a participação da bancada federal e da direção nacional do PSB. Uma posição deve ser divulgada até o final da próxima semana.

    A maioria da bancada federal paraibana é contra a volta do imposto. Outros parlamentares do Estado tem a mesma posição. O deputado Efraim Filho (DEM) afirma que o governo federal não terá seu voto para criação de novos tributos; o deputado Benjamin Maranhão (SD) lembra que a população já enfrenta a carga tributária de 37% do PIB; o Deputado Pedro Cunha Lima (PSDB) acompanha partido e antecipa que votará contra a criação da CPMF; o deputado Rômulo Gouveia (PSD) vê equívoco da presidente Dilma ao decidir pela criação de mais impostos; o deputado Manoel Júnior (PMDB) diz que Congresso Nacional não aprovará o aumento da carga tributária; O deputado Luiz Couto (PT) informou que vai aguardar a orientação da liderança petista na Câmara Federal.

    O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) diz que população está sacrificada e não aceita mais pagar impostos. A posição é a mesma do senador Raimundo Lira (PMDB), que já adiantou que vai votar contra a volta da CPMF. Por sua vez, o Senador José Maranhão (PMDB) informa que vai ouvir Michel Temer antes de decidir sobre pacote; enquanto o Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) também ouvirá Michel Temer antes de anunciar sua posição.

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here