Restauração: Cadeia Pública de Teixeira será transformada em Centro Cultural

0

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) divulgou nota a respeito do projeto de revitalização da Cadeia Pública do município de Teixeira, no Sertão da Paraíba. Após concluída a reforma e restauração do espaço, o prédio histórico será transformado num Centro Cultural.

“Essa é uma demanda de mais de 10 anos da população de Teixeira”, é o que afirma Kay Rodrigues, a agente de cultura responsável pela articulação que viabilizou a destinação do recurso para o projeto de revitalização através da emenda do deputado federal Wellington Roberto (PR).

A nota da Secult ressalta que “a emenda parlamentar para a reforma, articulada pela agente cultural Kay Rodrigues e que seria executada pela SecultPB, sofreu alterações”.

O comunicado explica que o valor da emenda seria de R$ 500 mil, mas houve um corte  de R$ 130 mil, ficando o valor final do recurso em R$ 400 mil. Outra mudança que ocorreu no projeto foi o órgão responsável por executar as obras de revitalização. Na previsão inicial, esse papel ficaria à cargo da Secult, mas na versão final, ficou sob responsabilidade da prefeitura de Teixeira e desse modo, também a verba para a execução do projeto.

Kay revela que o projeto está atualmente na etapa do envio de dados online para Brasília para que o recurso caia na conta da prefeitura de Teixeira. Esses dados, de acordo com ela, ainda estariam sendo enviados pela prefeitura e a previsão é de que no prazo de dois meses essa transferência seja concluída.

Mudança

Ela revela que a mudança na destinação do recurso foi feita, de última hora, pelo deputado Wellington Roberto através de uma articulação com Iramilton Sátiro, que é proprietário de um escritório de projetos e uma liderança do Partido da República na Paraíba. “Eu procurei saber o que tinha acontecido e Iramilton, de Patos, presidente do partido do deputado Wellington Roberto (o PR) foi quem fez essa articulação. Ele é dono de um escritório de projetos que trabalha com a prefeitura (de Teixeira)“, explicou.

“Quando ele viu que esse recurso estava aprovado e estava sendo direcionado (a Secult) e que tinha um prazo para isso, Iramilton, por ser presidente do partido do deputado, em articulação com ele, conseguiu essa transferência. Foi uma articulação do escritório de projetos”, acrescentou.

Secult

O atual Secretário de Cultura da Paraíba, Lau Siqueira, adotou um tom conciliador para falar sobre o caso. Ele pontua que a obra é um projeto da Superintendência de Planejamento (Suplan) e também se trata da revitalização de um prédio tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba(Iphaep), ambos órgãos do Governo do Estado, e portanto, haverá obrigatoriamente um acompanhamento da gestão estadual.

Tentando se desviar da polêmica, o titular da Secult minimizou as alterações na configuração final do projeto, que teriam sido feitas, supostamente, por ingerência política. “Eu prefiro não fazer nenhum tipo de ilação desse tipo porque, na realidade,  nós fizemos tudo que devíamos fazer, orientamos todo o processo. Essa emenda, ela só está acontecendo porque Kay Rodrigues se mobilizou, nos pediu orientação. Nós acompanhamos, mas foi ela que conseguiu a emenda (junto ao deputado Wellington Roberto) e ela pediu que (a execução da obra) fosse pela Secult e nós nos preparamos para executar pela Secult”, declarou Lau.

“É lógico que eu não posso interferir na vontade do deputado ou em qualquer acordo político que possa ter havido, mas o importante é que a emenda venha e que realmente seja executada. Isso é o que mais importa para nós, acompanhar a execução da obra e torcer para que dê certo e se torne um equipamento cultural importante para o município de Teixeira”, concluiu Lau.

Confira a íntegra da nota da Secult sobre o caso:

NOTA PÚBLICA

A Secretaria de Estado da Cultura (SecultPB) informa, no tocante a restauração da Cadeia Pública de Teixeira, que a emenda parlamentar para a reforma, articulada pela agente cultural Kay Rodrigues e que seria executada pela SecultPB, sofreu alterações.

Responsável por formular o projeto de restauração, Kay foi determinante em articular a emenda parlamentar inclusive, fazendo a ponte entre o deputado Wellington Roberto (PR) e a SecultPB. A primeira modificação foi o contingenciamento de R$130 mil por parte do deputado Wellington Roberto (PR), autor da emenda. A segunda modificação é que os R$ 400 mil restantes serão executados pela Prefeitura de Teixeira e não mais pela SecultPB.

A nossa gestão, no entanto, continua disponível para ajudar na execução de uma obra muito esperada pela população da região. A SecultPB ficará responsável, através do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (IPHAEP), pela fiscalização e autorização da obra, uma vez, que o prédio é tombado. Portanto, estaremos atentos para que a cidade de Teixeira receba um equipamento extremamente necessário para o desenvolvimento da sua cultura sempre tão fértil.

 

 

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here