Retrospectiva: ALPB tem eleição tumultuada, vereadores são detidos e Cartaxo anuncia 70 obras

    0

    Retrospectiva: ALPB tem eleição tumultuada, vereadores são detidos e Cartaxo anuncia 70 obras

    2015 foi um ano de fortes emoções para a política paraibana e brasileira. O Paraíba Já elencou os principais acontecimentos dos meses de Janeiro e Fevereiro e mostra que o ano começou com crise na política e na economia já era prenunciada…

    Na calada da noite…

    Foi empossada na madrugada de 1 de janeiro de 2015, a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Santa Rita para o biênio 2015/2016. À mesa, fizeram-se presentes o novo presidente Waldecir Lucindo, o vice-presidente Genival Guedes e a segunda secretária Vanda Vasconcelos.

    João Gonçalves estava só de férias de Ricardo Coutinho

    O deputado estadual João Gonçalves (PSD) disse que nunca deixou de fazer parte da bancada aliada do governador reeleito Ricardo Coutinho (PSB), mas que apenas ‘tirou férias’ da bancada.“Durante a campanha, permaneci na Assembleia Legislativa, mas tive de permanecer neutro, porque o presidente de meu partido, Rômulo Gouveia, não permitiu que eu acompanhasse a bancada governista a o governador Ricardo”, justificou João.

    Vereadores de Piancó vão parar na delegacia

    A eleição para presidente da Câmara de vereadores da cidade de Piancó, no sertão do Estado, foi bastante tumultuada, marcada por confusão, troca de farpas e discussões entre os parlamentares. A sessão foi realizada na noite de 1 de janeiro e teve início por volta das 19h. As galerias estavam ocupadas pela população e por partidários dos blocos da situação e oposição. Dois nomes concorriam à presidência, O vereador Pedro Aureliano (PMDB), registrou seu nome pela situação e Guilherme Montenegro (PRTB) pelo bloco de oposição.

    Posses de Ricardo e Dilma Rousseff

    Retrospectiva: ALPB tem eleição tumultuada, vereadores são detidos e Cartaxo anuncia 70 obrasO governador Ricardo Coutinho, acompanhado da vice-governadora Lígia Feliciano, foi reconduzido ao cargo para o seu segundo mandato em solenidade realizada em frente ao Palácio da Redenção. Ele recebeu a faixa das mãos do aposentado Joaquim Mendes, conhecido como Pedro da Barraca.

     

    Retrospectiva: ALPB tem eleição tumultuada, vereadores são detidos e Cartaxo anuncia 70 obras

    A presidenta Dilma Rousseff tomou posse também em primeiro de janeiro e pediu o apoio dos brasileiros para fazer o país avançar. O apelo foi feito durante o discurso no parlatório do Palácio do Planalto para o público na Praça dos Três Poderes, após receber a faixa presidencial. “Para conseguir avançar preciso, mais do que nunca, do apoio e da compreensão de vocês. Quero pedir o apoio de todos, de Leste a Oeste, de Norte a Sul do Brasil”, disse.

     

    Prevendo crise econômica 

    A secretária estadual de Administração, Livânia Farias, revelou, no dia 1 de janeiro, que os próximos anos (2015 e 2016 especificamente) serão difíceis, e que o Governo deve reduzir a folha de pessoal para oferecer qualidade e melhores serviços à população. De acordo com ela, a gestão de pessoas será o desafio da sua pasta para este segundo mandato do governador Ricardo Coutinho (PSB).

    Secretários de Estado são empossados

    Os secretários e dirigentes de órgãos e estatais foram empossados no dia 5 de janeiro pelo governador Ricardo Coutinho. Em pronunciamento, o secretário da Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio-Ambiente e Ciência e Tecnologia, João Azevedo, destacou que todos devem estar motivados na busca de alcançar as metas estabelecidas e traçar ações que busquem o desenvolvimento igualitário do estado. A secretária da Saúde, Roberta Abath, disse que uma das metas é dar continuação às ações que foram implementadas nos últimos quatro anos. Já o secretário da Educação, Aléssio Trindade, ressaltou que uma das prioridades da pasta é buscar a integração do Ensino Médio com a Educação Profissional.

    Cartaxo anuncia entrega de 72 obras em 2015

    O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), decidiu apertar o cerco em todas as novas obras e reformas em execução nos diversos bairros e Centro da cidade para que possa entregá-la ainda em 2015.  Segundo ele, já são registradas 72 ações envolvendo desde a reforma na Lagoa, a novas UPAS, milhares de apartamentos, 5 novas escolas aclimatadas e em tempo integral, Creches, Centros esportivos, de Cultura, calçamento da orla, contenção da barreira do Cabo Branco, entre outros.

    Maranhão sinaliza candidatura de Manoel Júnior 

    O senador José Maranhão, presidente do PMDB da Paraíba, disse em janeiro que seu partido deverá disputar a prefeitura de João Pessoa em 2016. O dirigente defendeu a tese de que é necessário concorrer às eleições para manter o protagonismo da legenda, tanto em nível nacional quanto municipal.

     

    Retrospectiva: ALPB tem eleição tumultuada, vereadores são detidos e Cartaxo anuncia 70 obras
    O senador e ex-governador Cícero Lucena (PSDB), ironizou o deputado federal Ruy Carneiro (PSDB), que considerou seu nome para disputar a Prefeitura de João Pessoa em 2016. Com seu mandato terminando em janeiro e se afastando da vida pública, Cícero disse que o nome do PSDB deve ser o de Ruy, que terá do ex-governador o mesmo apoio que lhe ofereceu.

    Em janeiro, Lucélio Cartaxo ainda era quadro da gestão de Ricardo Coutinho 

    “Não colocamos faca no pescoço de ninguém, não fizemos disputa de cargo, o que iremos fazer é trabalhar para que a Paraíba avance cada vez mais, De forma muito humilde, vamos fazer com que isso aconteça”, explicou o então presidente da Companhia Docas, Lucélio Cartaxo (PT), sobre seu antigo partido, PT, nunca fazer disputa por cargos na gestão do governador Ricardo Coutinho.

    Cunha, presidente: com a benção dos deputados paraibanos

    “Temos recebido o apoio da maioria dos deputados da Paraíba por compreenderem que dispomos da melhor proposta para a presidência da Câmara Federal”, declarou Eduardo Cunha (PMDB/RJ), ao comemorar, no início de janeiro, a decisão do PMDB de fechar o apoio em torno dele. Ele já teria o apoio dos deputados federais paraibanos Manoel Junior (PMDB), Hugo Motta (PMDB), Wilson Filho (PTB), Veneziano Vital (PMDB), Benjamim Maranhão (SD), Aguinaldo Ribeiro (PP), Romulo Gouveia (PSD) e Wellington Roberto (PR). Houve até deputado apostando salário. “Eu não sou um homem afortunado, mas se o Eduardo Cunha tiver menos de 310 votos e o candidato dele tiver mais de 150, eu pago qualquer aposta. Aposto até o meu salário de fevereiro”, disse. Cunha foi eleito para a Presidência da Câmara com 267 votos, com um mandato de dois anos.

    O ensaio do fim já acontecia em janeiro

    Retrospectiva: ALPB tem eleição tumultuada, vereadores são detidos e Cartaxo anuncia 70 obras

    “Toda essa especulação só serve para alimentar noticiários no mês de férias, pois como se tem poucas notícias, ficam nesse vai e vem, nessa bobagem se o PSB vai ou não participar do governo do PT. O PSB considera o PT um parceiro, e parceiro é para ser respeitado mutuamente, apenas isso”, disse Ricardo sobre possível estremecimento de relações com o prefeito Luciano Cartaxo, que ainda era petista.

    “De forma alguma não existe nenhum ruído. Nós temos conversado, o entendimento é o mesmo. União, acho que esta é a palavra chave em favor do estado da Paraíba, de João Pessoa e do Brasil. Temos que dar as mãos”, disse Cartaxo.

     

    Cerveró preso pela PF na Operação Lava Jato

    A Polícia Federal (PF) prendeu em janeiro o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró, quando o executivo desembarcava no Riogaleão – Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio, procedente de Londres, na Inglaterra. Nestor Cerveró foi denunciado pelo MPF em 2014, por lavagem de dinheiro e corrupção ativa, quando passou a réu no processo da Operação Lava Jato, juntamente com o doleiro Alberto Youssef, com Fernando Antonio Falcão Soares, que seria o operador do PMDB no esquema, além de empresários de várias empreiteiras que tinham contratos com a Petrobras.

    Crise bate à porta: Ricardo renuncia aumento de salário

    O governador Ricardo Coutinho renunciou o aumento do próprio salário e suspendeu reajustes dos vencimentos da vice-governadora, Lígia Feliciano, dos secretários e auxiliares de governo. A ação fez parte do pacote de medidas para a contenção de gastos e enxugamento da máquina pública.

    PSOL vidente

    O presidente estadual do PSOL, Fabiano Galdino, apesar de considerar que a união PT, PMDB e PSB daria força eleitoral ao prefeito Luciano Cartaxo em 2016, argumentou que tal cenário seria interessante do ponto de vista ideológico e administrativo, mas já era descrente que marchariam juntos.“Penso que PSB e PMDB devem lançar candidaturas próprias para a prefeitura de João Pessoa. Afinal, eles querem projetar os cenários de 2018”, opinou.

    Retrospectiva: ALPB tem eleição tumultuada, vereadores são detidos e Cartaxo anuncia 70 obras
    O líder da oposição na Câmara de Vereadores de João Pessoa, Lucas de Brito (DEM), anuncia que o vereador Raoni Mendes (PDT) seria o novo líder da bancada. “Nós incorporamos, em definitivo, a alternância como princípio para ocupar a oposição e que vai valer para os outros exercícios. Ao mesmo tempo, vamos fazer um trabalho de união dentro da bancada para aperfeiçoar os trabalhos e torná-los mais visíveis e consistentes”, garantiu.

    Prefeitura de Santa Rita tem contas bloqueadas

    O juiz Gustavo Procópio Bandeira, da 5ª Vara Mista de Santa Rita, deferiu pedido de liminar contra a Prefeitura de Santa Rita determinando o bloqueio de até 60% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB), exclusivamente para pagamento dos salários do servidores da educação, e de até 54% dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios – FPM e SUS, para serem utilizados no pagamento dos servidores da saúde.

    Cássio é líder do PSDB no Senado

    O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), derrotado na disputa pelo Governo da Paraíba em 2014, deve assumir a liderança do PSDB no Senado. Ele substituiu o senador Aloízio Nunes (PSDB/SP), que foi candidato a vice-presidente de Aécio Neves (PSDB). O tucano disse que havia conversado com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) sobre o tema, e definiu que a liderança do partido no Senado seria feita através de rodízio.

    Renan é eleito presidente do Senado

    O senador Renan Calheiros  (PMDB/AL) foi eleito para a Presidência do Senado com 49 votos. Luiz Henrique teve 31 votos e um foi nulo. Ele exercerá o cargo entre 2015 e 2016. Maior partido da Casa, a bancada peemedebista indicou Renan Calheiros (PMDB-AL) para o segundo mandato e Luiz Henrique (PMDB-SC) apresentou candidatura própria.

    Eleições da Mesa Diretora da ALPB conflitante

    Retrospectiva: ALPB tem eleição tumultuada, vereadores são detidos e Cartaxo anuncia 70 obrasCom dois votos a menos do que o previsto, o deputado estadual Adriano Galdino (PSB) foi eleito o novo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) em fevereiro. Por 19 a 17, Galdino derrotou o então presidente da casa, Ricardo Marcelo (PEN), e recolocando um deputado alinhado ao Governo do Estado à frente da ALPB. A eleição durou mais de seis horas, pois houve vários conflitos. De um lado, deputados governistas exigiam que a votação fosse em cédula, do outro, Ricardo Marcelo defendia que fosse eletrônica. Resultado: o deputado Tião Lucena arranca fios da urna eletrônica instalada. “Nós derrubamos o último ditador do estado”, disse o deputado do PSL, em entrevista ao Paraíba Já. Na mesma ocasião, também foi votada a chapa para o segundo biênio, na qual Gervásio Maia Filho (PMDB) foi eleito presidente da Casa e deve assumir em 2017.

     

    Hervázio toma posse e se torna líder da bancada do governo na ALPB

    O deputado Hervázio Bezerra (PSB) foi empossado em fevereiro. Ele assumiu uma das vagas na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), com o pedido de licença do deputado Lindolfo Pires (Democratas). Logo após, se tornou líder do governo na Casa.

    Previsão fail

    O vereador Lucas de Brito Pereira (DEM) afirmou em fevereiro que a bancada de oposição ao prefeito Luciano Cartaxo (PT), na Câmara Vereadores de João Pessoa deveria aumentar para 13 parlamentares. Ela, que possuía apenas dois nomes: o próprio Lucas e Raoni Mendes (PTB). O tempo mostrou que a adesão foi bem menor.

    Retrospectiva: ALPB tem eleição tumultuada, vereadores são detidos e Cartaxo anuncia 70 obras
    A vida do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSDB) nunca esteve fácil em seu primeiro mandato. Não apenas opositores o criticam, mas gente de seu próprio partido. O novato na ALPB Bruno Cunha Lima (PSDB) insinuou em fevereiro que poderia disputar em 2016 a PMCG. “Cada dia com sua agonia. Se há de vir um projeto futuro, virá no tempo certo. Meu nome está à disposição do meu partido e grupo para essas e outras caminhadas que virão”, admitiu.

    Deputado é atropelado

    O deputado estadual Anísio Maia, (PT) foi vítima de um atropelamento no início de fevereiro e passou por uma cirurgia ortopédica. O acidente foi causado por uma motocicleta na Rua Diógenes Chianca, paralela à BR-230, no bairro de Água Fria, Zona Sul de João Pessoa. Anísio teve uma fratura exposta no osso tíbia de uma das pernas e também teve a face fraturada. Ele foi socorrido consciente e orientado para o Hospital da Unimed, localizado no bairro da Torre.

    Paraibano preside CPI da Petrobrás

    O deputado Hugo Motta (PMDB-PB) foi indicado pelo líder do PMDB, deputado Leonardo Picciani (RJ), para presidir a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras. “A escolha se deu pelo seu histórico e por presidir no mandato passado, com muita altivez e competência, a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara, o que o credencia para conduzir com muito vigor as investigações sobre os escândalos da Petrobras”, disse Picciani.  Mas essa decisão foi criticada duramente pelo PSOL da Paraíba.  “O PSOL é o único partido com representação no Congresso Nacional que não recebeu nenhum centavo de empresas envolvidas na Operação Lava Jato. Fico feliz por ter a certeza que estou no Partido certo; feliz por saber que é possível fazer política de forma ética; e feliz por ter representantes em Brasília que denuncia o que milhões de nós que vivemos na Paraíba gritamos ao saber da indicação de Hugo Motta para presidir a CPI da Petrobras mesmo tendo recebido recurso de empresas envolvidas na Operação Lava Jato”, declarou Tárcio Teixeira.

     

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here