Aumento de união homoafetiva na PB é fruto dos direitos garantidos

0
Renan Palmeira, representante do Movimento Espírito Lilás (MEL), disse nesta sexta-feira (25) que os números crescentes de casamentos homoafetivos na Paraíba são pelo fato da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em reconhecer oficialmente a união civil entre pessoas do mesmo sexo no Brasil.
“O crescimento do casamento LGBT é algo potencializado pelo direito garantido. Recentemente nós tivemos a decisão do Supremo Tribunal Federal, que reconheceu o casamento civil no Brasil, isso possibilita que com o passar do tempo que mais casais oficializem o seu casamento, fazendo uso da lei e dessa vitória”, explicou.
Os dados apontam para um número maior de casamentos entre mulheres, 31 ao total na Paraíba, enquanto entre homens foram 18, no ano de 2015. Renan acredita que esses números refletem o fato dos homens terem uma “pluralidade maior de parceiros”, diferente das mulheres, que “são educadas para o casamento”.
“Por um lado existe um perfil da população LGBT, nem toda ela é homogenia. Os gays tem uma relação de pluralidade maior de parceiros, já as lésbicas, por conta da sociedade patriarcal, são educadas mais para o casamento, então isso pode ser um dos fatores que diferenciam os percentuais”, salientou.
Renan lembrou do estatuto da família, que está em tramite no Congresso Nacional, que limita os direitos da formação de famílias homoafetivas.
“É importante salientar que se tenta, via Congresso Nacional, implementar o estatuto da família que na perspectiva  dessas famílias homoafetivas significa um retrocesso, pois delimita o direito da formação de famílias LGBTS”, relatou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here