Renan Calheiros vence queda de braço com Lira e emplaca aliado na CCJ do Senado

0

O senador paraibano Raimundo Lira acabou perdendo a disputa interna dentro do PMDB. De acordo com matéria publicada no início desta tarde, o maranhense Edison Lobão será o novo presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, considerada a mais importante da Casa, no próximo biênio.

Após uma disputa interna no partido, o grupo liderado pelos ex-presidentes do Senado José Sarney (AP) e Renan Calheiros (AL) conseguiu colocar o aliado no comando da comissão. Lobão concorreu ao cargo com Raimundo Lira, que presidiu a comissão especial do impeachment no ano passado, e Martha Suplicy (PMDB-SP).

Citado na Lava Jato, caberá a Lobão conduzir o processo de sabatina de Alexandre de Moraes, indicado na segunda (6) pelo presidente Michel Temer para ocupar a vaga do Supremo Tribunal Federal (STF) deixada por Teori Zavascki, morto em acidente de avião no mês passado.

A escolha de Lobão era o que faltava para que a CCJ fosse instalada, o que deve ocorrer ainda nesta quarta. Segundo afirmou nesta manhã o líder do PMDB, Renan Calheiros, o nome dele deve ser oficialmente anunciado à tarde. Em seguida, serão encaminhadas as indicações do partido para a Mesa Diretora.

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), pediu pressa aos líderes partidários nas indicações para a CCJ. Quer que a sabatina de Moraes aconteça até 22 de fevereiro. Com o calendário apertado devido ao Carnaval, contudo, o mais provável é que a sabatina fique para o início de março.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
WhatsApp: (83) 99373-4023
E-mail: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here