Quem entende de mau uso da máquina pública é Cássio, rebate Luís Tôrres

    0

    O secretário de Comunicação Institucional da Paraíba, Luís Tôrres, repeliu as declarações do senador tucano Cássio Cunha Lima, que acusou o governador Ricardo Coutinho (PSB) de impor aos servidores com cargos comissionados no Estado a participação na manifestação em defesa do mandato da presidente Dilma Rousseff (PT).

    O Luís Tôrres relembrou que Cássio foi cassado por usar a máquina do Estado em benefício próprio durante o período eleitoral. Ele ainda acusou o parlamentar de participar de um movimento golpista contra Dilma.

    “Quem entende de uso do aparato de governo em favor de interesses pessoais é Cássio que foi cassado por isso. Ele está incomodado é com a reação popular ao movimento golpista do qual faz parte por não conseguir viver muito tempo sem fazer negócios com o Poder Executivo”, declarou o secretário.

    Cássio classificou de “absurda” a suposta participação de servidores comissionados e prestadores de serviço em evento partidário em horário de trabalho. Ele ainda responsabilizou o governo do estado pela organização do manifesto.

    A mobilização ‘A Paraíba unida pela democracia: Golpe nunca mais!”, que ocorreu na manhã desta terça-feira (16), no Teatro Paulo Pontes, no Espaço Cultural, comandada pelo governador Ricardo Coutinho, ganhou repercussão nacional. Além de defender Dilma Rousseff,  o chefe do executivo estadual condenou a postura do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB).

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here