PSDB da Paraíba justifica baixa adesão no protesto: “foi um esquenta”

    1

    O presidente estadual do PSDB Ruy Carneiro, em entrevista na manhã desta segunda (14) ao Paraíba Já, explica o motivo da baixa adesão às manifestações em favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

    De acordo com Ruy, as manifestações em todo o Brasil foi uma prévia de outras que acontecerão em breve. “Estamos no mês de dezembro, mês de festas, nunca houve manifestação no país neste mês. Na época de Collor,  um dos grandes movimentos, aconteceu no dia 25 de janeiro, só a exemplo. Um fato importante é que o movimento de ontem foi um esquenta, uma prévia dos outros que virão durante o ano, acredito eu que os demais serão bem maiores”, disse.

    Durante a entrevista, Ruy ressalta que o evento não é do partido, mas uma manifestação da sociedade. “Não é um evento do PSDB. Apoiamos em todo o Brasil as manifestações, e concordamos com o conteúdo delas, mas não é um evento organizado por nós. É uma manifestação espontânea”, afirmou.

    Ao ser questionado sobre a ausência do senador paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB), Ruy destaca que houve divisão para os convidados e Cássio foi escolhido para apoiar o manifesto no Rio de Janeiro.

    “Cássio é o líder do PSDB no Senado, ele foi convidado para participar em vários estados e por acaso, fizeram divisão, e Cássio foi escolhido para o Rio de Janeiro. Cássio é senador da Paraíba, mas é uma figura de representação partidária nacional”, destacou.

     

    Comente

    Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
    Facebook, Twitter e Youtube.

    Interaja com o Paraíba Já:
    WhatsApp: (83) 99373-4023
    E-mail: [email protected]

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here